Notícias e variedades do primeiro dia do ano

Haddad fala em dívida insustentável e pede repactuação

O novo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), afirmou, em seu discurso de posse, que a dívida do município é "insustentável" e que, apesar do orçamento bilionário, a cidade perdeu a capacidade de investimento. "Não há condições de levar para frente sem repactuar (a dívida)", disse Haddad, cobrando ações junto ao Congresso Nacional e ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, para que essa repactuação seja estendida a Estados e municípios.

"A dívida é de 200% da arrecadação (de R$ 40 bilhões), o que compromete a capacidade de investimento. Não bastará apenas a troca do indexador da dívida, temos de buscar as parcerias necessárias com os governos federal e estadual, no âmbito das Parcerias Público-Privadas (PPPs), com empreendedores, para recuperar os investimentos", afirmou Haddad.

Falando ao governador Geraldo Alckmin (PSDB), Haddad, que concorreu e venceu sua primeira eleição, pregou um pacto federativo, com a mudança de postura da própria classe política em relação a ela mesma. Ainda para o governador, Haddad afirmou: "Não posso, não devo, não farei e não recusarei um único centavo do governo do Estado, do governo federal que é de direito do cidadão paulistano, independentemente de partido." E continuou: "Quero dar as mãos ao senhor para trazer os benefícios que o povo de São Paulo tanto merece e anseia".

Antes do discurso de pouco mais de 20 minutos, ainda na transmissão de cargo, Haddad recusou a caneta oferecida por Kassab e preferiu utilizar a sua própria. Apesar de citar a dívida da cidade, no pronunciamento, Haddad elegeu como prioridade o enfrentamento da miséria extrema.

"Não é possível viver com tanta desigualdade, mazelas, com crianças brincando em esgoto à céu aberto e trabalhadores desamparados. Existe ainda muita miséria na cidade de São Paulo", afirmou o prefeito, que pediu uma "busca ativa" para identificar as pessoas que precisam de ajuda. "O programa federal Brasil sem Miséria pode dar o primeiro resultado pleno aqui. Temos de perseverar nesse caminho", completou.

Haddad citou ainda a necessidade de um amplo programa habitacional aliado à ações ambientais, de mobilidade e, novamente, com parceria entre os governos municipal, federal e estadual. E pediu uma ampla reforma para repensar o desenvolvimento da cidade, pedindo o apoio da Câmara Municipal, nas alterações necessárias do Plano Diretor. "O maior legado da Câmara é o conjunto de normas que apontem a visão de longo prazo, pois a maneira como a cidade se desenvolveu nos últimos 80 anos está ultrapassada", concluiu.

Dentre os presentes na transmissão de cargo de Kassab para Haddad estavam o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e o presidente nacional do PT, Rui Falcão. A principal ausência foi a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
 
@@@@@
 

Dilma sanciona lei que aumenta salário dos ministros do STF para R$ 28 mil

BRASÍLIA - A presidente Dilma Rousseff sancionou sem vetos a lei que reajusta em 5% os salários dos onze ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e também a lei que concede o mesmo percentual ao procurador-geral da República. Os salários passam dos atuais R$ 26.737,13 para R$ 28.059,28 a partir de amanhã. As duas leis foram publicadas no Diário Oficial da União nesta segunda-feira.
 
O mesmo percentual de aumento será adotado nos próximos dois anos. O salários dos ministros e do procurador-geral serão reajustados para R$ 29,4 mil em janeiro de 2014 e R$ 30,9 mil em 2015.
Segundo o texto, o reajuste "fica condicionado a sua expressa autorização em anexo próprio da lei orçamentária anual com a respectiva dotação prévia".
 
A partir 2016, os subsídios serão fixados por "lei de iniciativa" do STF e do MPF sendo observados critérios como a recuperação do seu poder aquisitivo, a posição do subsídio mensal como teto remuneratório para a administração pública; a comparação com os subsídios e as remunerações totais dos integrantes das demais carreiras de Estado e do funcionalismo federal.
 
O reajuste é menor do que o reivindicado pelo Judiciário e já estava previsto no Orçamento de 2013. Os salários dos ministros do STF, de acordo com a Constituição, representam o máximo do que um servidor pode receber mensalmente.
 
@@@@@
 

Os 30 filmes mais esperados de 2013

Cotados ao Oscar, retorno de heróis das HQs e brasileiros premiados estão na lista

iG São Paulo
 
Começou 2013, e o iG já adianta quais são as produções cinematográficas mais aguardadas do ano. A lista foi dividida por categorias. Veja abaixo.
Imagem do drama histórico "Lincoln". Foto: DivulgaçãoRobert Downey Jr em "Homem de Ferro 3". Foto: DivulgaçãoHugh Jackman em "Os Miseráveis". Foto: DivulgaçãoJohnny Depp e Armie Hammer em "O Cavaleiro Solitário". Foto: DivulgaçãoArnold Schwarzenegger em cena de "O Último Desafio". Foto: DivulgaçãoImagem da animação "Universidade Monstros". Foto: DivulgaçãoJessica Chastain em "A Hora Mais Escura". Foto: DivulgaçãoChristoph Waltz e Jamie Foxx em "Django Livre". Foto: DivulgaçãoImagem de "O Som ao Redor", dirigido por Kleber Mendonça Filho. Foto: DivulgaçãoHugh Jackman em "The Wolverine". Foto: DivulgaçãoO ator Joaquin Phoenix em "O Mestre". Foto: DivulgaçãoMartim Freeman em "O Hobbit: A Desolação de Smaug". Foto: DivulgaçãoHenry Cavill em cena de "Homem de Aço". Foto: DivulgaçãoJennifer Lawrence e Bradley Cooper em "O Lado Bom da Vida". Foto: DivulgaçãoTom Hanks em "A Viagem". Foto: DivulgaçãoImagem de "Pacific Rim". Foto: DivulgaçãoJames Franco em "Oz - Mágico e Poderoso". Foto: DivulgaçãoBruce Willis em "Duro de Matar: Um Bom Dia para Morrer". Foto: DivulgaçãoZachary Quinto, Benedict Cumberbatch e Chris Pine em "Star Trek - Além da Escuridão". Foto: DivulgaçãoFelipe Abib como o vilão de "Faroeste Caboclo". Foto: DivulgaçãoBrad Pitt em cena de "Guerra Mundial Z". Foto: DivulgaçãoCena da animação 'Detona Ralph'. Foto: DivulgaçãoMatt Damon em "Elysium". Foto: DivulgaçãoNicholas Hoult em cena de "Jack - O Matador de Gigantes". Foto: DivulgaçãoCena do filme "Colegas", de Marcelo Galvão. Foto: DivulgaçãoImagem da animação "Meu Malvado Favorito 2". Foto: DivulgaçãoJennifer Lawrence (direita) durante as gravações de "Jogos Vorazes: Em Chamas". Foto: ReproduçãoImagem do set de "Thor 2: The Dark World". Foto: ReproduçãoImagem dos bastidores de "Velozes e Furiosos 6". Foto: DivulgaçãoImagem dos bastidores de "Se Beber Não Case 3". Foto: Divulgação
Cotados ao Oscar
 
É comum que o ano comece com uma invasão dos possíveis indicados ao Oscar nos cinemas. Alguns filmes que vêm chamando a atenção de críticos e devem figurar entre os indicados, que serão divulgados em 10 de janeiro, são "O Mestre", drama dirigido por Paul Thomas Anderson que retrata o surgimento de uma seita semelhante à Cientologia, e "O Lado Bom da Vida", do diretor David O. Russell, eleito melhor filme do Festival de Toronto 2012.
 
"A Hora Mais Escura", da vencedora do Oscar por "Guerra ao Terror" Kathryn Bigelow, tornou-se um dos favoritos por causa de polêmica envolvendo cenas de tortura. A história retrata os bastidores da caçada ao terrorista Osama Bin Laden, e tem recebido críticas de parlamentares nos EUA.
 
Líder em indicações ao Globo de Ouro 2013, a cinebiografia "Lincoln", que retrata os últimos dias do mais icônico presidente norte-americano, é a grande favorita ao prêmio da Academia. Dirigido por Steven Spielberg, o drama histórico traz no papel principal o britânico Daniel Day-Lewis, que já ganhou duas estatuetas por "Meu Pé Esquerdo" (1989) e "Sangue Negro" (2008).

Divulgação
Arnold Schwarzenegger em "O Último Desafio"

Veteranos em ação
 
Uma das sensações de 2012 nos cinemas foi o longa de ação "Os Mercenários 2". Estrelado por Sylvester Stallone, o filme não apenas superou o primeiro "Os Mercenários", de 2010, em bilheteria, mas também no número de astros do passado reunidos na tela- entre eles Dolph Lundgren, Chuck Norris e Jean-Claude Van Damme.
 
Agora dois deles, Arnold Schwarzenegger e Bruce Willis, voltam a encarar sessões de tiros e perseguições em novas produções. Em "O Último Desafio", o ex-governador da Califórnia aparece como o xerife de uma pacata cidade na fronteira dos EUA com o México. Após a fuga de um poderoso traficante, cabe a ele impedir que o criminoso escape do país.
 
Já Willis retorna pela quinta vez ao papel do policial John McClane em "Duro de Matar: Um Bom Dia para Morrer". Rodado em Moscou, o longa mostra o oficial de Nova York durante uma viagem à Rússia para ajudar seu filho. Não demora muito para a dupla se encontrar envolvida num atentado terrorista, bem ao estilo dos demais filmes da série.
 
A volta dos heróis
 
Não são apenas os veteranos dos filmes de ação que retornam aos cinemas em 2013. Os heróis dos quadrinhos, que fizeram sucesso em 2012 ano com "Os Vingadores" e "Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge", voltam em quatro produções que prometem despontar na lista de blockbusters.

Divulgação
Robert Downey Jr em "Homem de Ferro 3"
Novamente estrelado por Robert Downey Jr., "Homem de Ferro 3" é o primeiro filme da série a não contar com Jon Favreau na direção. Nas mãos de Shane Black, de "Beijos e Tiros" (2005), a história do bilionário Tony Stark ganha nuances sombrios, principalmente pela aparição do seu maior inimigo nas HQs, o Mandarim, papel de Ben Kingsley.
 
Ainda sem título oficial no Brasil, "Thor 2 – The Dark World" ("O Mundo Sombrio", em português) traz o Deus do Trovão às voltas com uma raça antiga liderada pelo vingativo Malekith, que pretende não apenas destruir a Terra, mas todos os Nove Mundos.
 
Produzido por Christopher Nolan e dirigido por Zack Snyder, "Homem de Aço" marca a volta da franquia do Superman aos cinemas. A história, estrelada por Henry Cavill, reconta a origem do herói e o coloca diante de um de seus principais oponentes, o general Zod.
 
"The Wolverine" chega aos cinemas com a missão de redimir o mais famosos dos X-Men, após as duras críticas feitas pelos fãs por "X-Men Origens: Wolverine", de 2009. A trama é baseada na minissérie "Eu, Wolverine", que coloca o herói contra a organização criminosa Tentáculo no Japão.
 
Adaptações de sucessos editoriais
 
Assim como ocorre com as histórias em quadrinhos, literatura e até música também são responsáveis por diversos filmes que chegam às telas em 2013. É da literatura que foram inspiradas as sequências "Jogos Vorazes - Em Chamas" e "O Hobbit: A Desolação de Smaug", continuações de dois sucessos de bilheteria de 2012.

Divulgação
Tom Hanks e Halle Berry em "A Viagem"

Outros romances que também ganham adaptações são "Guerra Mundial Z", história de zumbis em que os poucos sobreviventes, liderados pelo personagem de Brad Pitt, precisam lutar para recuperar o mundo tomado pelos mortos vivos, e "A Viagem", ficção científica estrelada por Tom hanks e dirigida pelos irmãos Wachowski, de "Matrix", com o alemão Tom Tykwer.
 
De um dos principais sucessos do grupo Legião Urbana vem "Faroeste Caboclo". A canção de nove minutos, que narra o épico de João de Santo Cristo, evoluiu para uma produção de R$ 6 milhões filmada em quatro cidades e com a responsabilidade de agradar a uma multidão de fãs.
 
"O Cavaleiro Solitário", longa de ação estrelado por Armie Hammer e Johnny Depp, é inspirado na série de TV homônima dos anos 1940. A história mostra como o homem-da-lei John Reid, após ser quase morto numa emboscada, é reanimado pelo índio Tonto e passa a lutar contra bandidos do Velho Oeste.
 
Roteiros originais
 
Não é apenas de adaptações que o cinema sobrevive. É da mente de cineastas e roteiristas que surgiram algumas das histórias originais da lista dos mais esperados de 2013.
 
Enquanto os fãs de videogames vão se divertir com a animação "Detona Ralph", que mostra o vilão de um jogo abandonando seu papel e buscando novas oportunidades em outros games, os aficionados por kaijus (os monstros gigantes dos seriados japoneses) deverão se deleitar com "Pacific Rim", filme do cineasta Guillermo del Toro em que o mundo desenvolve robôs gigantes para combater as criaturas colossais.

Divulgação
Christoph Waltz em "Django Livre"

"Django Livre" é a aguardada nova produção de Quentin Tarantino. Ambientada no sul dos Estados Unidos no período da escravidão, a trama mostra como o escravo Django, papel de Jamie Foxx, é salvo pelo caçador de recompensas alemão Dr. King Schultz (Christoph Waltz) e com ele embarca na missão de salvar sua mulher, vendida por bandidos ao fazendeiro Calvin Candie, personagem de Leonardo DiCaprio.
 
Os contos de fadas serviram de inspiração para os cineastas Sam Raimi e Bryan Singer, famosos pelas adaptações cinematográficas dos heróis Homem-Aranha e X-Men, respectivamente. Enquanto Raimi conta em "Oz - Mágico e Poderoso" como o mágico de circo Oscar Diggs, papel de James Franco, vai parar na mítica Oz, Singer reinventa a fábula de "João e o Pé de Feijão" em "Jack – O Matador de Gigantes".
 
Surgida da mente de Neill Blomkamp, diretor de "Distrito 9" (2009), a ficção científica "Elysium" mostra Matt Damon como Max, um ex-detento envolvido num plano para mudar o status quo da sociedade em 2159. Nela, os ricos vivem na estação especial Elysium, enquanto o resto da população tenta sobreviver em uma Terra arruinada. O filme tem um gostinho especial para o público brasileiro, pois traz o ator Wagner Moura no papel do vilão Spider.
Divulgação
"O Som ao Redor", de Kleber Mendonça Filho
Brasileiros premiados
 
Dois filmes que fizeram história nos festivais de cinema do Brasil deste ano terão estreias oficiais em 2013. Dividido em diversas tramas que tem em comum a mesma rua de classe média do Recife, "O Som ao Redor", de Kleber Mendonça Filho, foi o grande vencedor do Festival do Rio.
 
Estrelado por atores com Síndrome de Down, "Colegas", de Marcelo Galvão, foi aclamado durante o 40º Festival de Gramado, de onde saiu com três Kikitos. O "road movie" mostra uma garota e dois garotos, portadores da deficiência, que fogem do instituto onde vivem no Karmann Ghia vermelho do jardineiro (Lima Duarte) e partem em busca de seus sonhos.
Sequências de franquias de sucessos
 
Como não pode deixar de ocorrer, velhos conhecidos dos cinéfilos voltam às telas em sequências de sucessos dos últimos anos. Dessa lista, duas trupes dão sequência às séries de crimes e confusões cometidas em seus episódios anteriores.
 
"Velozes e Furiosos 6" traz de volta o elenco encabeçado pelos criminosos Dominic Toretto (Vin Diesel) e Brian O'Conner (Paul Walker), que além de fugir do policial interpretado por Dwayne Johnson, terão de encarar a personagem da ex-lutadora de MMA Gina Carano.
Divulgação
Cena do filme "Se Beber Não Case 3"
"Se Beber Não Case 3" marca o capítulo final da série de desventuras vividas pelos amigos Phil (Bradley Cooper), Stu (Ed Helms), Doug (Justin Bartha) e Alan (Zach Galifianakis). Diferentemente dos filmes anteriores, desta vez a turma não vai acordar de ressaca e tentar descobrir o que houve na noite anterior. Pouco se sabe sobre a trama do novo filme, mas é certo que o mafioso Leslie Chow (Ken Jeong) deve voltar para importuná-los.
 
Entre as animações, os destaques vão para "Universidade Monstros", da Pixar, que vai contar como os amigos James Sullivan e Mike Wazowski, de "Monstros S.A." (2001), que se conheceram na época da faculdade, e "Meu Malvado Favorito 2", sequência do sucesso estrelado pelo vilão Gru (voz de Steve Carell no original) e por seus assistentes, os engraçados minions.
 
Após a divulgação de seu primeiro trailer, "Star Trek - Além da Escuridão", segunda parte do reboot da série de ficção científica, surgiram boatos de que o personagem de Benedict Cumberbatch seria o vilão Khan. Mesmo com a notícia desmentida pelo próprio ator, o filme segue como um dos mais aguardados de 2013.
 
Veja a lista com as datas das estreias mais esperadas de 2013:
4 de janeiro
"Detona Ralph"
"O Som ao Redor"
 
11 de janeiro
"A Viagem"
 
18 de janeiro
"Django Livre"
"O Último Desafio"
"A Hora Mais Escura"
 
25 de janeiro
"Lincoln"
"O Mestre"
 
1º de fevereiro
"Os Miseráveis"
"O Lado Bom da Vida"
 
22 de fevereiro
"Duro de Matar: Um Bom Dia para Morrer"
 
1º de março
"Colegas"
 
8 de março
"Oz - Mágico e Poderoso"
 
29 de março
"Jack - O Matador de Gigantes"
 
26 de abril
"Homem de Ferro 3"
 
24 de maio
"Velozes e Furiosos 6"
 
30 de maio
"Faroeste Caboclo"
 
31 de maio
"Se Beber Não Case 3"
 
14 de junho
"Star Trek - Além da Escuridão"
 
21 de junho
"Universidade Monstros"
 
28 de junho
"Guerra Mundial Z"
 
5 de julho
"Meu Malvado Favorito 2"
 
12 de julho
"Homem de Aço"
"O Cavaleiro Solitário"
 
26 de julho
"The Wolverine"
 
9 de agosto
"Pacific Rim"
 
16 de agosto
"Elysium"
 
8 de novembro
"Thor 2 – The Dark World"
 
15 de novembro
"Jogos Vorazes - Em Chamas"
 
13 de dezembro
"O Hobbit: A Desolação de Smaug"
 
@@@@@
 

Cientistas descobrem urna com sangue de Luís XVI

Estudo concluiu que DNA encontrado no objeto é bastante similar ao material genético de suposta cabeça mumificada de um parente do déspota francês

BBC

BBC
Luís XVI e Maria Antonieta foram guilhotinados durante a Revolução Francesa
Uma equipe de cientistas anunciou ter descoberto uma pequena urna que conteria sangue do rei francês Luís XVI, morto durante a Revolução Francesa.
 
O monarca e sua esposa, Maria Antonieta, foram guilhotinados em meio ao levante revolucionário ocorrido há mais de 200 anos.
 
Os cientistas disseram que o DNA encontrado no objeto é bastante similar ao material genético do que se supõe ser a cabeça mumificada de um parente próximo do déspota francês, segundo informações da agência de notícias AFP.
 
Após a morte de Luís XVI, acredita-se que parte dos que assistiram à cena teria molhado seus lenços no sangue do monarca.
 
Dentro da urna descoberta pelos cientistas, foi achado um pedaço de tecido contendo manchas de sangue.

Leia mais:
Pesquisadores buscam restos de sangue de Luis XVI em abóbora
 
O objeto era decorado com imagens de heróis da revolução e as palavras: "No dia 21 de janeiro (em alusão ao dia 21 de janeiro de 1793, quando Luís XVI foi guilhotinado), Maximilien Bourdaloue molhou seu lenço no sangue de Luís XVI após sua decapitação".
 
O "souvenir revolucionário" permaneceu nas mãos de uma família italiana por mais de um século.
 
Ligação hereditária               

Uma equipe composta por especialistas da Espanha e da França publicou o achado na revista científica internacional Forensic Science.
 
Análises do DNA dos vestígios de sangue descobertos dentro da urna já haviam sinalizado uma conexão com o monarca francês, apesar de os cientistas não terem conseguido provar que se tratava de Luís XVI, uma vez que não tinham material genético de nenhum de seus familiares.
 
Entretanto, a equipe conseguiu uma pequena e rara amostra genética do DNA do rei da França, proveniente de uma cabeça mumificada que seria de seu antecessor, Henri IV, morto em 1610.
Em 2010, cientistas afirmaram que a cabeça era de Henri IV, a partir de semelhanças físicas entre sua ossatura e as pinturas feitas desse rei francês.
 
O especialista em medicina forense Philippe Charlier disse à AFP que o estudo revelava que ambas as amostras "compartilhavam uma herança genética, a partir de uma ligação paternal".
Co-autor do estudo, Carles Lalueza Fox, do Instituto de Biologia Evolutiva de Barcelona, afirmou à agência de notícias que "havia 250 vezes mais chances de que a cabeça e o sangue tinham alguma ligação consangüínea".
 
@@@@@
 

Papa espera 2013 de paz e condena capitalismo sem regras

Bento 16 pediu um novo modelo econômico durante mensagem em comemoração ao Dia da Paz

Reuters

Reuters
Durante discurso do pontífice, balões azuis foram soltos no céu

O papa Bento 16 afirmou na sua mensagem de Ano Novo nesta terça-feira esperar que 2013 seja um ano de paz, e disse também que o mundo estava sob a ameaça de um capitalismo sem regras, do terrorismo e da criminalidade.
 
O papa, de 85 anos, participou de uma missa na Basílica de São Pedro, no dia que a Igreja Católica celebra o Dia Mundial da Paz. No fim da missa, ele discursou para milhares de pessoas na Praça de São Pedro.
 
"Um novo ano é como uma viagem. Com a luz e a graça de Deus, pode ser o começo de um caminho de paz para cada pessoa, família, país, para o mundo inteiro", afirmou o papa da sua janela que dá para a praça.
Leia mais: Em missa de fim de ano, Bento 16 pede aos fiéis que se afastem da negatividade
 
Milhares de pessoas que haviam participado de uma passeata pela paz até o Vaticano soltaram balões azuis enquanto o papa falava.
 
Antes, no seu sermão, o líder da Igreja Católica falou da tensão e o conflito causados pela desigualdade entre ricos e pobres. Ele denunciou o "egoísmo" e o "individualismo", que se expressam no "capitalismo desregulado, várias formas de terrorismo e criminalidade".
 
Na sua mensagem para o Dia da Paz, o papa pediu um novo modelo econômico e regras éticas para o mercado, dizendo que a crise financeira global era prova de que o capitalismo não protege os mais fracos da sociedade.
 
Bento 16 se disse convencido da "vocação da humanidade para a paz", apesar dos muitos problemas. Segundo ele, uma relação pessoal com Deus pode ajudar com "a escuridão e a angústia", que às vezes caracterizam a existência humana.
 
Ele alertou sobre a insegurança alimentar e reafirmou a oposição da igreja ao casamento
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A manipulação grosseira da Globo do Dia do Trabalho

ACM Neto pode não ser mais candidato nas próximas eleições na Bahia

Sem Lula cidadãos conscientes continuam preferindo Manuela