Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

Poema

A COVA DOS LEÕES VII

Avermelharam meu coração Com pedaços de bandeiras De sonhos alheios. Engravidaram meus sonhos Com luzes que brilham Na esperança dos outros. Arrumaram meu porto de partida Pediram mil desculpas E me chamaram de multidão. E assim, grávido de estrelas Que cantam e dizem sim E que sabem dizer não Eu fui ocupar os corações Feitos de metais pedagógicos Que cantam prá libertar.
Genaldo de melo
In: Antologia de Poetas Feirenses – 2009/UEFS

A lógica míope do poder

Por Genaldo de Melo Tem algum tempo que não escrevo nada para procurar emitir opinião sobre a mídia e seu papel junto a sociedade brasileira. Tenho procurado evitar isso porque tenho observado que já existem muitos bons jornalistas, blogueiros e formadores de opinião já cumprindo essa missão com competência e exatidão. E, além disso, tem muitos outros temas que são relevantes e necessários que sejam socializados, pois do contrário ficarão esquecidos para muitos.
Porém num momento em que reconhecidos formadores de opinião levantam a voz para falar sobre o financiamento da mídia brasileira, não posso deixar de emitir também minha opinião, e nem me dá ao luxo de não fazê-lo. Como é que pode o grupo que coordena o poder no Brasil hoje financiar literalmente falando a parte da mídia brasileira, que mais bate e persegue exatamente esse próprio grupo, com o discurso de que aqueles têm audiência e muitos leitores?
Ora amigos, acho isso de extrema falta de inteligência! Pois considero que boa pa…

O Nordeste é perfeitamente viável

Por Genaldo de Melo O discurso da desunião entre os chefes de executivos dos Estados nordestinos deve e tem que ser derrubado, quando se trata das disputas por investimentos em processos de desenvolvimento econômico. A disputa não é boa para uma região que do ponto de vista econômico, sempre foi desprezada e relegada o segundo plano como se valor nenhum tivesse para a economia brasileira.
Foi no Nordeste que o Brasil se iniciou como nação, foi também nessas terras que a mão-de-obra para a construção das riquezas nacionais foi estabelecida, bem como para construir os “melhores” Estados brasileiros do ponto de vista econômico. Não procede então o discurso do conflito, mas sim da união e da cooperação, porque o Nordeste tem viabilidade.
As organizações da Sociedade Civil, os partidos políticos independentemente de seus aspectos ideológicos, o Terceiro Setor e as instituições públicas que têm hegemonia na sociedade devem alinha-se aos discursos dos governadores Jacques Wagner, Cid Gomes e Ed…

Hitlernautas de plantão à vista

Por Genaldo de Melo
Por mais que hitlernautas de plantão com sede doentia não se sabe de quê, e que mesmo grande parcela da juventude brasileira de boa vontade que muitas vezes são influenciados por mentores das redes sociais, não concordem com a existência de partidos políticos, eles não podem deixar de existirem, porque na formação do Estado Moderno é o partido político que canaliza os anseios ideológicos dos mais variados setores e grupos de interesses da sociedade.
Sem partido político o Brasil jamais seria uma democracia. No mínimo seria um império totalitário. E Estado de partido único todo mundo sabe no que dá. É somente ver o exemplo da Alemanha hitlerista. E Estado sem partido não poderá jamais ter nenhum tipo de conformação programática de Governo. O que, aliás, nunca teve na história da civilização humana sociedades sem grupos organizados!
Decerto que os partidos políticos no Brasil estão em crise, tanto política quanto institucional. Mas a raiz do problema deve ser estudada e…

Uma falta de respeito com os brasileiros

Por Genaldo de Melo Uma preocupação latente nasce agora no momento em que apesar de não sermos vassalos do homem que muita gente dizia que iria ser o melhor presidente dos Estados Unidos da América, por ser o primeiro homem negro a assumir aquele cargo importante e de poder, descobrimos que não temos tanta liberdade para pensar, escrever ou mesmo telefonar para conversar assuntos como, por exemplo, política ou assuntos econômicos.
Somos como brasileiros espionados como se bandidos fôssemos, como se mesmo sem sermos súditos da Casa Branca a gente tivesse o tempo todo que ser observado por não termos obrigações a prestar ao governo dos EUA.
Atitude americana no mínimo estranha para quem vive a apregoar pelo mundo afora, aos colonizados e aos que não concordam com essa condição, que são verdadeiros democratas no sentido mais literal da palavra. Pregam isso através de sua música, de seu parque cinematográfico, de seus instrumentos tecnológicos, ou seja, através da imposição de sua cultura p…

Os vereadores representam quem mesmo?

Por Genaldo de Melo Em tese o Poder Legislativo de Feira de Santana deveria ser independente, com a capacidade de fiscalizar as ações elementares do Poder Executivo e com a prerrogativa de propor projetos de lei que possam solucionar os problemas do município, bem como melhorar a vida do povo. Mas no município isso somente existe em tese, pois os Edis feirenses parecem que tem donos literalmente falando. Não se prestam ao papel para o qual foram eleitos pelo nosso povo, mas ao papel de extensão, ou do Poder Executivo ou de algum moço que goza das prerrogativas das casas legislativas, Estadual e Federal.
Avaliando o primeiro semestre da atuação dos nobres vereadores feirenses concluímos que parece que a atual legislatura é bem pior que bancadas anteriores na Câmara. Não propuseram nada, apenas obedeceram a ordens de eminências pardas e votaram em tudo que vai prejudicar nosso povo daqui prá frente. Na realidade alguns chegaram a trair de fato a confiança daqueles que lhes delegaram o pod…