A grande oportunidade de jovens rurais receber recursos não-reembolsáveis para projetos econômicos

Por Genaldo de Melo
Resultado de imagem para Símbolo de economia solidária
Projetos para promover a inclusão social e a geração de renda da juventude rural são foco de nova seleção pública lançada pela Fundação Banco do Brasil, em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O edital Juventude Rural está com inscrições abertas até 30 de junho e vai apoiar iniciativas que visam estruturar empreendimentos econômicos coletivos de grupos de jovens rurais de 15 a 29 anos  O investimento social será de R$ 5 milhões. Podem participar do edital as cooperativas ou associações com mais de dois anos de existência, formadas por agricultores familiares e empreendedores familiares rurais; silvicultores; extrativistas artesanais; aquicultores; pescadores artesanais; povos indígenas; e comunidades quilombolas localizadas no campo. O edital tem como diretrizes estimular o protagonismo da juventude rural, a promoção da igualdade de gênero, o fortalecimento de práticas sustentáveis e de cultivo agroecológico e da agrobiodiversidade. Os projetos inscritos devem ter valor entre R$ 70 mil e R$ 200 mil e como atividade a produção, o beneficiamento ou a comercialização de produtos extrativistas, agrícolas e não agrícolas; o turismo rural; e a prestação de serviços. O prazo máximo para execução dos projetos é de 18 meses.

Comentários