É melhor ser vereador em Feira de Santana do que ser qualquer outra coisa em qualquer cidade do Brasil



 Por Genaldo de Melo
 Feira de Santana
A Câmara de Vereadores de Feira de Santana, chamada Casa da Cidadania, cometeu um desses desatinos políticos anacrônicos, quando considerou políticos e funcionários de políticos como funcionários públicos que precisam para serem exatamente o que são, passarem em concurso público. Aprovaram ontem em segunda votação, que vereadores e ocupantes de cargos de confiança que tenham exercido no mínimo 10 anos no mandato ou função, deverão receber para o resto da vida um salário sobre o valor nos dois anos contínuos de maior hierarquia. Vereador, por exemplo, se valer essa lei, terá salário de R$ 15 mil. A lei ainda falta ser "regulamentada", mas poderá trazer um impacto grande na folha de pessoal, já que ex-vereadores que tiveram mais de três mandatos ou os empregados públicos que exerceram por mais de 10 anos poderão requerer retroativo aos tempos que estiveram na vereança ou cargo de confiança. Feira de Santana diferente do resto da Bahia e do resto do Brasil tem uma Câmara de Vereadores que não está pensando no povo que ganha o salário mínimo, mas nos bons moços que sempre tiveram posições a favor dos Chefes do Executivo e não dos mais de seiscentos mil feirenses. Raras exceções!

Comentários