Mais uma vez a Rede Globo perdeu, Fachin foi escolhido pela Comissão de Consituição e Justiça do Senado

Por Genaldo de Melo
 
Depois de muito barulho, principalmente da imprensa brasileira que resolveu atuar ultimamente como um verdadeiro partido político de oposição ao governo de Dilma Rousseff (PT), o nome de Luís Fachin foi considerado apto para assumir a vaga deixada pelo espalhafatoso Joaquim Barbosa no Supremo Tribunal Federal, após sua aposentadoria. A Comissão de Constituição e Justiça do Senado, depois de sabatinar o mesmo decidiu aprovar o nome do indicado de Dilma Rousseff para o cargo. Dos 27 senadores aptos a concederem o voto na Comissão, todos votaram, e 20 aprovaram o nome de Fachin, enquanto apenas 07 votaram contrário. Pelo visto não adianta a mídia familiar no Brasil querer pautar o mundo político, pois se as regras são claras de que a Presidente da República é quem deve indicar o nome do homem, não adianta se contrapor. O Senado já compreendeu isso e deverá semana que vem sancionar o processo, e Fachin assumir seu cargo no STF. A votação foi feita após uma sabatina de mais de 12 horas. Após apuração, os senadores também votaram a favor do regime de urgência para a avaliação do nome de Fachin no Plenário. O senador Álvaro Dias (PSDB-PR), um dos poucos oposicionistas a apoiar abertamente a indicação de Dilma, espera que o assunto seja colocado em pauta ainda nesta quarta-feira (13). O presidente do Senado afirmou nesta terça que a votação só ocorrerá daqui a uma semana, no dia 19. Perdeu Rede Globo!

Comentários