Para o presidente nacional do PT seu partido já superou crises piores

Por Genaldo de Melo
Foto: José Cruz/ Agência Brasil
O presidente nacional do PT, Rui Falcão, avaliou nesta segunda-feira, 11, que apesar dos ataques que a sigla vem sofrendo, o partido segue convicto de sua importância nos avanços obtidos no Brasil nas últimas décadas.  Para o presidente do PT, apesar dos "ataques orquestrados" que a sigla vem sofrendo da direita e da mídia tradicional, o partido segue convicto de sua importância nos avanços obtidos no Brasil nas últimas décadas; "Nós já superamos outros momentos difíceis, como em 2005. Fomos alvo de muitos ataques, como em 1989, quando chegaram a vestir uma camiseta do PT no Abílio Diniz, que tinha sido sequestrado. E essa matéria ridícula da revista 'Época' agora, tentando envolver o Lula. Não é a primeira vez que somos alvo de ataques", afirmou; em entrevista ao jornal O Dia, Falcão disse que o projeto "Lula 2018" não é ainda uma decisão do partido, mas "uma vontade muito grande de toda a militância"; o dirigente petista defendeu o ex-tesoureiro João Vaccari Neto e condenou os "vazamentos seletivos" da operação Lava Jato. (com informações de Brasil247)

Comentários