Youssef está sendo usado como moeda de ouro pra derrubar o Governo Dilma

Por Genaldo de Melo
 
Sem citar diretamente o nome de Alberto Youssef, ex-presidente diz ser "inacreditável" que o Brasil seja "refém de um criminoso notório e reincidente, de um réu que negocia depoimentos" e que ainda garanta a ele "palco para atacar e caluniar, sem nenhuma prova, algumas das principais lideranças políticas do país"; em crítica dura, por meio de nota, ele lamenta ainda "que parte da imprensa brasileira venha tratando bandidos como heróis" e anuncia sua volta em 2018 quando diz que "tais pessoas [da imprensa] se prestam a acusar, sem provas, os alvos escolhidos pela oposição" e a "difamar lideranças que a oposição não conseguiu derrotar nas urnas e teme enfrentar no futuro"; em depoimento ontem à CPI da Petrobras, Youssef disse que Lula ordenou pagamento a empresa ligada à estatal. (Com informações do Brasil247)

Comentários