Pular para o conteúdo principal

É preciso que os evangélicos começem a se defender dos pseudo-doutrinadores!



Por Genaldo de Melo
 O homem identificado como August Landmesser se recusa a fazer a saudação nazista na Alemanha
Deveras acredito que estamos vivendo uma situação ímpar no país em que pela primeira vez vemos um Congresso Nacional quase que totalmente conservador, aonde deputados de vários partidos que saíram vencedores nas últimas eleições não estão muito preocupados com a proposição de um país mais plural e para todos. Enfim em sua grande maioria os deputados estão mesmo preocupados muitos são com seus interesses pessoais e outros defendendo causas de suas respectivas identidades ideológicas e de seus parceiros financiadores de campanhas.

Mais grave ainda é a situação dos indivíduos de ideologia religiosa pentecostal que estão de fato em sua atuação política e parlamentar combatendo o laicismo do Estado brasileiro na prática e nas entrelinhas, como se suas respectivas religiões fossem o espelho e a fotografia do Estado necessário para todos. Isso é grave, e absolutamente perigoso, e precisa ser combatido antes que seja tarde demais. Por enquanto são pouco mais de cinqüenta representantes de ideologias religiosas naquela Casa, em que poucos são aqueles que estão em função de cumprir o papel que cabe a um deputado de fato.

Na configuração brasileira as religiões de natureza pentecostal vêm crescendo assustadoramente em função de diversos fatores que não cabe aqui apresentar, até porque não temos a obrigação de sermos estudiosos desse fenômeno chamado pentecostalismo no Brasil. Mas uma coisa é certa, entre algumas dessas denominadas religiões evangélicas desse novo proselitismo, existem indivíduos que estão provando na prática que são naturalmente fundamentalistas quando se discute questões políticas, sociais e morais, principalmente no parlamento. Por enquanto a chamada bancada evangélica ainda não consegue em seu bojo ser influenciada no todo por indivíduos como esses que vêm formando opinião no país, como se os mesmos fossem os únicos donos da verdade, como um Silas Malafaia, um Magno Malta, um Edir Macedo, ou um Marco Feliciano, para a sorte da nação brasileira.

Evangélicos dessa estirpe têm provocado um debate na sociedade brasileira que desencadeará necessariamente em um de dois caminhos, ou eles ganham o debate e impõem à sociedade brasileira seus valores mais arcaicos, intolerantes, obscurantistas, histéricos, ignorantes e homofóbicos, ou a sociedade ganha o debate e impõe uma pauta em que todos, inclusive eles mesmos, tenham o direito de serem livres na pluralidade e na diversidade que é a sociedade brasileira.

Agora um fato deve ser aqui destacado. Se a maioria dos pastores evangélicos sérios desse país que não concordam com esses falsos pastores e pseudo-doutrinadores, não começarem a tomar posições mais duras para enfrentar na sociedade as opiniões que começam a se levantarem contra os próprios evangélicos, justamente por causa destes, com certeza suas opiniões doentias serão aumentadas ao nível de também aumentar a capacidade eleitoral dos mesmos para num futuro próximo começarem a pautar tanto o Congresso Nacional, como a própria Republica Brasileira, contra o laicismo do Estado.

Já enfrentamos nesse país a situação em que um grupo minoritário nos governou na época da ditadura militar, e isso ficou historicamente provado que não foi bom para a democracia brasileira. Pode até alguém dizer que é exagero fazer tal comparação, mas o uso da força das armas para controlar o poder pode sim ser comparado ao uso errado da palavra bíblica para controlar mentes fracas. Porque sempre vai ser mais perigoso um fanático alienando do que um revólver com apenas seis balas! E nesse caso é necessário mesmo que os bons pastores evangélicos desse país comecem a tomar posição para mostrar à sociedade brasileira que nem todos os evangélicos são fanáticos e nem todos os evangélicos são discípulos dos Silas, dos Maltas e dos Marcos da Vida. É necessário que o primeiro comece!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Grande oportunidade: Inscrições abertas para o Fundo Socioambiental Caixa

Por Genaldo de Melo A Caixa Econômica Federalestá com inscrições abertas para oFundo Socioambiental Caixa – FSA Caixa, que apóia projetos socioambientais voltados ao desenvolvimento integrado e sustentável para a população de baixa renda. O financiamento varia de 200 mil a 1 milhão de reais. São dois os editais abertos no momento para o FSA Caixa: Desenvolvimento e Cidadania; e Energias Renováveis e Recursos Hídricos. No edital de Desenvolvimento e Cidadania serão selecionados 20 projetos voltados à promoção socioeconômica com foco em saúde, educação, inclusão produtiva e promoção da cidadania, que tenham como finalidade a erradicação da pobreza, inclusão social e econômica, promoção da justiça, da dignidade e da qualidade de vida, implementados por organizações da sociedade civil sem fins lucrativos que atuem junto a grupos e comunidades em situação de vulnerabilidade social. O prazo para inscrição nesse edital é dia 11 de julho. Já no edital de Energias Renováveis e R…

Lula foi inocentado

Por Genaldo de Melo Recentemente o jornalista José Roberto Guzzo, colunista da revista Veja, escreveu um artigo intitulado “É só explicar”, cobrando indignado que Lula deveria aproveitar apenas quinze minutos para explicar sobre o polêmico apartamento que por “convicção" setores do Ministério Público Federal insistem na tese de que foi matéria de propina dada pela empresa OAS ao mesmo.
Interessante é que pelo que sabemos Lula já gastou uma carga de centenas e centenas de quinze minutos explicando que o polêmico apartamento não lhe pertence, e de todos os modos tenta explicar juridicamente esse fantoche político, mas tanto o Ministério Público quanto a mídia do Jornalismo de propaganda política continua insistindo nesse assunto.
Agora realmente o que causa um pouco de indignação é que as testemunhas de acusação que apresentaram seus depoimentos hoje (21/11) ao MPF, absolutamente todas são unânimes em dizer que não podem incriminar Lula, porque elas mesmas não negociaram nada disso em…

O desespero da Globo com seu circo de horrores

Por Genaldo de Melo A Rede Globo de Comunicações, que passou os quinze dias que antecederam o tão badalado depoimento de Lula ao juiz Sérgio Moro, por causa de um triplex, que até agora ninguém mostrou de fato nenhum documento do mesmo no nome dele, e do mesmo modo não comprovou que ele ganhou o mesmo como forma de propina, literalmente entrou em desespero. Interessante é que o tríplex entrou no imposto de renda da OAS, e D. Marisa entrou com um processo judicial para receber sua cota parte de volta, quando desistiu do mesmo, que era de R$ 209 mil em 2009 e hoje é de R$ 300,8 mil (o processo está na 34ª Vara Cível).
A Globo utilizou ao modo de Goebbels o discurso de que Lula poderia, aliás, teria que ser preso ali mesmo em Curitiba, até mesmo com um provável desacato ao juiz, mas como Lula não foi preso porque pelo visto o apartamento não é mesmo dele, partiu para um ataque tão violento, que não se pode dizer que está mais praticando jornalismo.
Do momento do depoimento até agora, quase …