O ex-presidente da Câmara dos Deputados Severino Cavalcanti dá o troco e diz que a Casa virou piada

Por Genaldo de Melo
imagem
O ex-presidente da Câmara Severino Cavalcanti criticou a gestão de Eduardo Cunha na Casa. Ele, que renunciou em 2005 acusado de receber propina do dono de um restaurante da Câmara, hoje valia que a instituição piorou muito desde sua saída e diz que é motivo de piadas. “Está muito ruim. Você só ouve piadas”, disse em entrevista à ‘Folha de S. Paulo’. “Na minha gestão era porta aberta, todo mundo tinha entrada. Não tinha esse negócio de ‘eu sou o dono do mundo’”, acrescentou, em referência a Cunha (PMDB-RJ), acusado por um delator da Operação Lava Jato de receber US$ 5 milhões em propina. Segundo Severino, “se ele participou de alguma coisa danosa, ele tem que pagar também. Não é porque ele é presidente que não vai pagar”. “Se não renunciar, [os demais deputados] deveriam cassar o mandato dele. Se for provado [o recebimento de propina]”, completo (leia  mais). (247)

Comentários