Patrões e empregados de postos de combustíveis chegam a acordo no TRT5

Por Genaldo de Melo


Os últimos pontos do conflito que originou a greve dos trabalhadores do setor - iniciada no dia 10 de agosto - foram esclarecidos em uma reunião entre patrões e empregados de postos de combustíveis da Bahia, ocorrida na manhã desta quarta-feira (19), no Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5-BA). Os empregados haviam suspendido a paralisação para voltar à negociação, mas estava pendente questão da multa para postos que descumprem cláusulas da convenção coletiva da categoria. Nas negociações no TRT5 foram acertados detalhes sobre o pagamento, a incidência e a cumulatividade dessa multa. Ao final do encontro, as partes e advogados destacaram o fato de o acordo ocorrer através de uma conciliação e da participação espontânea de ambos os lados. A reunião, convocada pelo presidente do TRT5, desembargador Valtércio de Oliveira, faz parte dos esforços da justiça trabalhista na Bahia de estimular o diálogo nas sessões de dissídios coletivos. A proximidade dos representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo no Estado da Bahia (Sinposba) e do Sindicato do Comércio de Combustíveis, Energias Alternativas e Lojas de Conveniências do Estado da Bahia (Sindicombustíveis) em reuniões como a ocorrida hoje humaniza ainda mais a solução das questões trabalhistas.(Secom TRT5 )

Comentários