Senador Otto Alencar pede ao governo para evitar 'quebradeira' por causa da Lava-Jato

Por Genaldo de Melo
Jefferson Rudy: <p>Plenário do Senado durante sessão deliberativa ordinária. Senador Otto Alencar (PSD-BA). Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado</p>
O senador Otto Alencar (PSD-BA) pediu ao governo federal uma solução que evite a quebradeira de bancos, o que colocaria em risco o sistema financeiro nacional. O problema é que as 22 empresas envolvidas na Operação Lava-Jato devem cerca de R% 130 bilhões a bolsas e bancos e estão com os pagamentos atrasados. De acordo com o senador, esse atraso se deve ao fato de o governo não estar pagando o que deve às empreiteiras por obras do Programa Minha Casa Minha Vida e creches, por exemplo. Ele disse que, por causa desses atrasos, algumas construtoras até desistiram de contrato de montagem eletromecânica em uma usina em Angra 3. Otto Alencar advertiu que é necessário evitar o calote generalizado das empresas porque isso poderia levar à quebra de bancos e ainda teria outras consequências ruins para o país. - O não pagamento vai implicar na paralisação das obras, como aconteceu na semana passada, quando cinco empresas desistiram de fazer a obra de Angra 3. Este é um momento delicado e o governo federal vai ter que tomar providência para resolver essa questão. Com acordo de leniência ou não, resolver a liquidez das empresas para que o Brasil possa continuar gerando emprego e renda e fazendo a infraestrutura necessária.(Bahia247)

Comentários