Wagner pode substituir Mercadante na Reforma Administrativa de Dilma

Por Genaldo de Melo
 :
A reforma administrativa prometida pela presidente Dilma Rousseff, com corte de 10 dos 39 atuais ministérios, traz de volta a discussão pela substituição de Aloizio Mercadante por Jaques Wagner na Casa Civil. O ex-governador baiano já integra a articulação política do PLanalto, mas parte do PT entende que ele deveria ter mais 'peso' nos assuntos políticos por causa de seu conhecido 'jogo de cintura' para lidar não apenas com aliados, mas também com opositores. Na proposta de reforma administrativa, uma das ideias é a de de incorporar a Secretaria de Relações Institucionais à Casa Civil, que na configuração em estudo, seria ainda mais forte do que já é, e voltaria a cuidar da liberação de cargos e emendas, além da gestão do governo, conforme matéria do jornal Tribuna da Bahia. O plano de trocar Mercadante por Wagner é antigo e já foi defendido pelo ex-presidente Lula, sob argumento de que Mercadante faz vários desafetos no Congresso. Dilma, contudo, nunca aceitou tirar Mercadante, alvo de 'fogo amigo', do comando da Casa Civil. Dirigentes do PT prometem conversar novamente com ela, caso a Secretaria de Relações Institucionais – hoje responsável pelo 'varejo' da política - seja extinta ou abrigada naquela pasta. (Bahia247)

Comentários