86% Das prefeituras da Bahia não terão caixa para quitar 13º salário

Por Genaldo de Melo
Más notícias para a maioria dos 417 municípios baianos. Reunidos nesta quinta-feira, 17, em Guarajuba, mais de 300 prefeitos previram um cenário financeiro para o fim de ano desalentador: 86% dos municípios não terão condições de pagar o 13º salário, segundo a presidente da UPB e prefeita de Cardeal da Silva, Maria Quitéria. O pior é que as saídas articuladas geram mais expectativas simbólicas do que efetivas: eles dizem que, da mesma forma que o povo bate nas portas deles, vão bater na porta do governador Rui Costa. Os prefeitos dizem que já vivem sufocados. E, com a crise e a consequente queda da arrecadação, irão para a insolvência. O prefeito de Mutuípe, Luiz Carlos Silva, o Carlinhos do PT, diz que prefeito vai ser xingado 'ou por não pagar ou deixar de fazer'. O da rica Camaçari, Ademar Delgado (PT), amola a caneta para cortar R$ 43 milhões, em contratos e contingenciamento. Em suma, o Natal 2015 vai ser infeliz.

Comentários