Dalai Lama diz que eventual sucessora tem que ser ‘muito atraente’



override-if-required
Em declaração controversa, o líder espiritual tibetano Dalai Lama, que já disse ser um “feminista”, afirmou que uma eventual sucessora teria que ser “atraente”, pois de outro modo “não teria muito uso”. “Essa mulher deve ser atraente, senão não seria (de) muito uso”, afirmou ao jornalista da BBC Clive Myrie, em resposta a uma questão sobre a possibilidade de ser sucedido por uma mulher. Em um tom entusiasmado, o líder espiritual budista confirmou que sim, citando uma entrevista anterior em que destacara o maior potencial biológico das mulheres “para mostrar afeição e compaixão”. “Há muitos problemas no mundo de hoje – é um mundo problemático. Penso que as mulheres devem assumir um papel mais importante”, afirmou. O Dalai Lama então se inclinou em direção ao repórter e afirmou com um sorriso: “E (eu) disse à repórter: ‘Se vier uma Dalai Lama mulher, seu rosto deveria ser muito atraente'”. Aparentando surpresa, o jornalista pergunta se o Dalai Lama estava brincando, ao que o monge de 80 anos responde: “É verdade”. Em 2009, ao receber um prêmio nos EUA, o Dalai Lama, cujo nome verdadeiro é Tenzin Gyatso, afirmou: “Eu me considero um feminista. Não é assim que vocês chamam alguém que luta pelos direitos das mulheres?” (BBC)

Blog do Genaldo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A manipulação grosseira da Globo do Dia do Trabalho

ACM Neto pode não ser mais candidato nas próximas eleições na Bahia

Sem Lula cidadãos conscientes continuam preferindo Manuela