Edilson ex-jogador da Seleção está envolvido na Mafia das loterias segundo a PF

Por Genaldo de Melo

A Polícia Federal confirmou que o ex-jogador da seleção brasileira, Edílson "Capetinha", é um dos investigados na Operação Desventura, que visa desarticular uma organização criminosa especializada em fraudar o pagamento de loterias da Caixa Econômica Federal. A PF cumpriu mandado de busca e apreensão na casa de Edilson na manhã desta quinta-feira (10). O crime se daria por meio da validação fraudulenta de bilhetes de loteria e os valores desviados podem atingir cifras milionárias. Os investigadores constataram que o esquema criminoso contava com a ajuda de correntistas do banco, que eram escolhidos por movimentarem grandes volumes financeiros e que foram usados para recrutar gerentes da Caixa para serem utilizados na fraude. Dentre esses correntistas foi identificado, além de Edilson, um doleiro. O ex-jogador foi preso em março de 2014 por não pagar pensão alimentícia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O desespero da Globo com seu circo de horrores

Lava Jato pode apresentar a lista de santos que o Brasil deve votar em 2018

Assaltantes estão causando terror no Distrito de Maria Quitéria