Maioria do TCU deve rejeitar contas de Dilma

Por Genaldo de Melo
images-cms-image-000455121 
A maioria de ministros do TCU sinaliza que tende a acompanhar o parecer do relator Augusto Nardes pela rejeição das contas do governo de 2014. A concessão de novos prazos para a defesa do governo levantou suspeitas de um movimento para evitar a inédita rejeição das contas, mas ministros do órgão indicam que pressão pela popularização do caso deve levar à reprovação: “Na minha avaliação, o quadro é irreversível. Hoje em dia saio para jantar e as pessoas perguntam sobre ‘as pedaladas’ e cobram uma posição firme”, teria dito um dos integrantes do tribunal ao Valor. Outro ministro avalia que o impeachment de Dilma Rousseff seria negativo ao Brasil, mas diz não ser possível evitar a rejeição. Segundo ele, o principal problema não é o das pedaladas, mas sim a edição de decretos que ampliaram ilegalmente os gastos públicos: “Desse vai ser difícil ela se livrar, pois foi ela quem assinou”, disse. (Brasil 247)

Comentários