“Só o Estado pode garantir oportunidades iguais”

Por Genaldo de Melo
 :
O ex-presidente Lula destacou nesta terça-feira 8, durante evento em Assunção, capital do Paraguai, as ações de seu governo que permitiram tirar dezenas de milhões de brasileiros da pobreza. Chamado de "amigo do Paraguai" pelo presidente paraguaio Horácio Cartes, Lula destacou que "só o Estado pode garantir que as pessoas tenham igualdade de oportunidades e condições". Lula destacou que, quando assumiu a presidência no Brasil, o País tinha 54 milhões de pessoas vivendo abaixo da linha da pobreza. "Era naquele instante, que não tinha dinheiro, que nós tínhamos que dar o exemplo da inclusão dos mais pobres no orçamento da União", afirmou. O ex-presidente contou que tem feito viagens "por vários países da África e da América Latina" e "tentado convencer os presidentes a colocar um dinheirinho para os pobres que não estão aqui, para tentar incluí-lo no orçamento da União com o mesmo carinho que eu incluo outros setores da sociedade". De acordo com Lula, "só quem pode fazer o investimento que o único retorno é a saúde a escola de uma criança e não ter retorno financeiro é o Estado. Só o Estado pode garantir que as pessoas tenham igualdade de oportunidades e condições." O seminário celebra os dez anos do programa de transferência de renda do país, o Tekoporã, que já passou por três administrações ao longo de dez anos e beneficia mais de 600 mil pessoas. O objetivo é eliminar a pobreza de uma geração para a outra. Nesta quarta-feira 9, Lula estará em Buenos Aires, na Argentina, onde participa da inauguração de uma Unidade de Pronta Atenção (UPA), centros de atenção médica semelhantes aos que estão sendo feitos no Brasil. (247)

Comentários