Deputados do PDT desistem de seguir Marcelo Nilo

O deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo, não deve ser acompanhado pelos demais deputados do PDT ao sair do partido. Conversando sobre sua filiação com o PSL, o parlamentar deve aguardar a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sobre seu pedido de desfiliação de justa causa da legenda pedetista. Segundo informações da coluna Satélite, do jornal Correio, os outros três deputados do PDT na Alba não seguirão os passos de Nilo, como estava sendo costurado caso o PL fosse criado. Agora, Euclides Fernandes, Vitor Bonfim e Roberto Carlos já falam do interesse em permanecer na sigla presidida na Bahia pelo deputado federal Félix Mendonça Júnior. O motivo seria a reaproximação do partido com o governo Rui Costa. No início do ano, a agremiação rompeu com o governo petista, apesar de a bancada de deputados permanecer com o Palácio de Ondina. Recentemente, em entrevista ao Bocão News, o secretário de Relações Institucionais, Josias Gomes admitiu que tem conversado com o partido. “Nós estamos tentando retomar as conversas com o PDT, até porque essa discussão em Brasília se resolveu e melhorou muito porque teve uma alteração lá, o deputado André Figueiredo assumiu o Ministério das Comunicações e acho que isso vai facilitar muito a retomada do diálogo com o PDT, que eu espero que seja positivo”, afirmou Gomes. (Bnews)

Blog do Genaldo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O desespero da Globo com seu circo de horrores

Lava Jato pode apresentar a lista de santos que o Brasil deve votar em 2018

Assaltantes estão causando terror no Distrito de Maria Quitéria