O silêncio dos inocentes

 
Dos procurados, nenhum deputado estadual quis comentar sobre o ‘agrado’ que o governador Rui Costa concedeu ao presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo: a suplementação de R$ 17 milhões, cobrados pelo mandatário da Casa de Leis. Ao que tudo indica, a pressão feita por Nilo ao governador perpassa pela aprovação dos projetos de lei na Alba. Como já é de conhecimento, Rui Costa apanhou um pouco este ano em algumas votações de matérias importantes para o Executivo. Apesar de todas serem aprovadas, obstruções, brigas e cobranças de cargos marcaram as votações. Se o governador não suplementasse o Legislativo, a verba de gabinete dos deputados voltaria a R$ 78 mil – atualmente é de R$ 92 mil/mês. E como confidenciou um parlamentar ao Site Bocão News: “qual é o governador que é maluco de afrontar a Assembleia Legislativa?!” (Bnews)

Blog do Genaldo

Comentários