Salvador: presidente do DEM nega cabos eleitorais do partido em subprefeituras

Após as polêmicas declarações do coordenador geral das suprefeituras, Reinaldo Braga Filho, de que "deve ter algum cabo eleitoral" nos subórgãos, o presidente do DEM em Salvador, Heraldo Rocha, defendeu a política de ação do prefeito ACM Neto e negou que haja cabos eleitorais demistas nas subprefeituras. Segundo Rocha, o PT tem atacado os projetos da capital baiana, pois "não gostam de pobres". "Não existe isso, não temos filiados ao DEM dentro das subprefeituras. Isso é coisa de quem está incomodado com as realizações. Eles [PT] é que são a elite e se lambuzam com o poder. São eles é que não gostam de pobres", alfineta. Rocha ainda rechaçou as declarações do vereador Gilmar Santiago (PT) ao afirmar que "as prefeituras-bairro desempenham um papel central de atividade política e eleitoral nas comunidades em que estão inseridas". De acordo com o petista, "partidos como DEM, Solidariedade e PPS, por exemplo, foram bastante beneficiados na cooptação de líderes e na troca de serviços". "É lamentável esse dicurso velho do vereador que precisa se renovar. Nós não aparelhamos a prefeitura como eles, os petistas e aliados, amparelham o Estado", defendeu o demista. (Juliana Nobre-BN)

Blog do Genaldo

Comentários