Articulação de Cunha para atrair PT e escapar de processo deve naufragar

Está indo por água abaixo a articulação do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), para que o PT ao menos se abstenha de votar pela admissibilidade de processo contra ele nesta terça (24) no Conselho de Ética, de acordo com informações da colunista Monica Bêrgamo. A maioria dos parlamentares da legenda é contra e acha que o partido deve ter posição clara no caso. Segundo a colunista, o advogado Marcelo Nobre, que fará nesta terça-feira (24) a defesa oral de Cunha, vai pedir que o presidente do conselho, José Carlos Araújo, repita decisão que tomou em 2009, quando também presidia o colegiado. Naquele ano, ele afastou o deputado Sergio Moraes (PTB-RS) da função de relator do célebre caso do "deputado do castelo", Edmar Moreira, investigado por desvio de verba parlamentar. Moraes antecipou sua posição sobre o tema à imprensa, o que foi considerado impróprio. Ainda de acordo com a publicação, o advogado alega que o atual relator do caso, Fausto Pinato (PRB-SP), também antecipou sua posição, contrária a Cunha, à imprensa. (Bnews)

Blog do Genaldo

Comentários