Crianças com tabletes poderão ter problemas sociais e emocionais


A maioria dos adultos tem a sensação que os mais jovens começam cada vez mais cedo a saber lidar com tecnologia e um estudo apresentado em San Diego pelas Sociedades Pediátricas Académicas comprova isso mesmo. De acordo com esta investigação, a maioria dos bebês em residências familiares de classe baixa começa a usar smartphones e tablets antes de fazerem dois anos de idade, sendo que com três ou quatro são praticamente autônomos na sua utilização em jogos e aplicativos como YouTube ou Netflix.A utilização em alguns casos – cerca de um terço – vai mais além do simples uso de um aplicativo encontrando-se até na alteração entre várias tarefas nos dispositivos, o que causa dependência pelo uso continuado. Isto é algo que está preocupando as entidades de pediatria, que refere que o uso deste tipo de aparelhos pode causar problemas no desenvolvimento social e emocional das crianças, nomeadamente o sentido e empatia. (VB)
Blog do Genaldo

Comentários