Cunha diz que Conselho de Ética fez 'aberrações' e afirma sofrer 'golpe'


Nesta quinta-feira (19), o presidente de Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou que o Conselho de Ética fez “aberrações” na condução do caso. Segundo informações do G1, o deputado disse que alguns parlamentares ainda não aceitaram a perda da eleição para a presidência da Câmara e que tentam dar um "golpe". "Da minha parte, como participante do processo, para mim está configurada uma série de irregularidades que podem me configurar uma série de recursos: recurso à CCJ, recurso ao Supremo por uma série de violações regimentais e cerceamento de defesa. Tudo o que aconteceu hoje ou iria acontecer seria facilmente derrubável pelas aberrações que foram feitas desde o início da manhã”, disse Cunha. "Querem, politicamente, os meus adversários aos gritos, e entre eles têm vários do PT, querem tentar aquilo que não obtiveram na eleição, obter depois da eleição. Têm uns do PT que reclamam que tentam o golpe contra eles, mas tentam dar o mesmo golpe”, afirmou. Aliados do peemedevista durante o Conselho de Ética, responsável por analisar se Cunha quebrou o decoro, apresentaram questionamentos ao presidente do conselho, o deputado José Carlos Araújo (PSD-BA), na tentativa de adiar ao máximo a deliberação. (Notícias ao Minuto)
Blog do Genaldo

Comentários