Espanha emite ordem de detenção contra Primeiro-ministro israelense Netanyahu

Benjamin Netanyahu

O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu e outros seis ex e atuais ministros poderão ser detidos se entrarem na Espanha, depois de o Tribunal espanhol ter ordenado um mandado de detenção. A decisão judicial foi motivada pelas ações israelense durante os ataques à Flotilha da Liberdade em 2010. O juiz espanhol do Tribunal Nacional Jose de la Mata ordenou à polícia e à guarda civil informá-lo se Netanyahu ou seis outros altos funcionários entrarem no país, uma vez que o Tribunal pode abrir um processo contra eles. Junto com Netanyahu, as outras seis pessoas são: o ex-ministro das Relações Exteriores Avigdor Lieberman, o ex-ministro da Defesa Ehud Barak, o ex-ministro de Assuntos Estratégicos Moshe Yaalon, o ex-ministro do Interior Eli Yishai, o ministro sem pasta Benny Begin e o vice-almirante Maron Eliezer, que era responsável na altura pela operação das Forças de Defesa israelenses.  O caso, que fora congelado pelo juiz espanhol no ano passado, foi iniciado contra os responsáveis israelenses na sequência do ataque das Forças de Defesa de Israel (IDF) contra a chamada Flotilha da Liberdade em 2010. Ele refere-se especificamente ao principal navio civil, o Mavi Marmara, parte da frota de seis navios que tentou romper o bloqueio israelense de Gaza para entregar ajuda humanitária. Quando o navio se aproximou da costa de Gaza, os militares da IDF assaltaram o navio em um ataque que deixou 10 ativistas mortos. A comunidade internacional acusou Israel da violação do direito internacional por causa das ações do IDF durante o incidente. A recente decisão do tribunal espanhol significa que Netanyahu, junto com os outros seis altos funcionários israelenses, podem ser acusados. No entanto, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores israelense, Emmanuel Nachshon, disse ao Jerusalém Post que Israel reuniu todos os esforços diplomáticos para anular a decisão do tribunal espanhol. "Nós consideramos isto uma provocação. Estamos trabalhando com as autoridades espanholas para que o processo seja cancelado. Nós esperamos que vá logo acabar". (Sputnik)


Blog do Genaldo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ACM Neto pode não ser mais candidato nas próximas eleições na Bahia

A Globo agora anuncia a incrível piada de início de ano com Luciano Huck e Angélica

O Pitbull de Eduardo Cunha finalmente levou uma mordida