Pesquisa diz que há mais jovens ateus que evangélicos no Brasil


Uma pesquisa realizada com a chamada geração y – jovens com idades entre 18 e 34 anos, mostra que o número de jovens ateus no Brasil é maior que o número de evangélicos. Entre os 1.500 participantes da entrevista, 34,3% disseram que são católicos, 19,3% se afirmaram como ateus, 14,9% como evangélicos, 9,4 % como espiritualistas, 6,7% disseram que têm fé sem religião e 6,2% são agnósticos. Se somar o número de ateísmo, agnosticismo e fé sem religião temos 32,14% dos entrevistados, o que representa quase 1/3 dos jovens do país. Ainda segundo a pesquisa da PUCRS, a região Nordeste tem mais católicos, Norte tem mais evangélicos e Sul e Sudeste possuem mais jovens ateus. O estudo foi realizado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) tendo como tema principal descobrir o conceito que esse grupo de pessoas tem a respeito da família. Em relação ao conceito familiar, os participantes da entrevista disseram que na sua maioria (61,5%) não possuem preconceito com nenhum tipo de família, mas em segundo lugar está o grupo de famílias formadas por casais do mesmo sexo que não agradam 17,3% dos entrevistados. “A luta contra o preconceito parece ter resultados nessa geração, já que a opção ‘Nenhuma’ é predominante em todas as regiões. Entretanto, a maior rejeição ainda é em relação às famílias homoafetivas”, diz o estudo. Outro dado interessante da pesquisa fala sobre as figuras paterna e materna querendo saber dos jovens se elas estão vinculadas ao gênero masculino e feminino. Para 52,9% dos entrevistados qualquer pessoa pode representar a duas figuras, para 24,2% o pai e a mãe devem representar essas figuras, para 8% o pai e a mãe pode representar as duas figuras, 7,7% não tem opinião formada e 7,2% dizem que dois homens e duas mulheres podem representar as duas figuras. (Marcus AugustoVB)
Blog do Genaldo

Comentários