Zelotes: Juíza que ordenou buscas na casa de filho de Lula é afastada


A juíza federal Célia Regina Ody Bernardes, que autorizou a deflagração de uma nova fase da Operação Zelotes que incluiu prisões e apreensões na casa de um dos filhos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, não responde mais pelos processos referentes à operação. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, ela deixou o caso por conta do retorno do juiz titular da 10ª Vara Federal do Distrito Federal, Vallisney de Souza Oliveira, que voltou após exercer por um ano a função de juiz instrutor do ministro Napoleão Maia do Superior Tribunal de Justiça (STJ). O juiz informou que sua atuação na corte tinha prazo inicial previsto para seis meses. Ele afirma que decidiu voltar por considerar que seu trabalho no STJ “já estava feito”. “Foi pura coincidência, pura coincidência”, afirmou Oliveira à Folha, acrescentando que Célia Regina “fez um bom trabalho” e que “deu esse impulso todo” à apuração. “Eu sou o juiz natural desse processo, esse inquérito sempre foi meu, atuei nele dez meses, dei um monte de quebras [de sigilo] e outras medidas. Esse inquérito já está há algum tempo aqui. Agora ele vai ter que ir mais rápido por causas das prisões, tem réus presos. E vamos conduzir com tranquilidade o inquérito”, declarou. (VB)
Blog do Genaldo

Comentários