DILMA DERROTA IMPEACHMENT

Por Genaldo de Melo
Requerimento de impeachment aceito pelo “Senhor dos Anéis”, presidente da Câmara dos Deputados Eduardo “Acunhalado” todos estão a fazer contas em relação ao número de votos que tem Dilma e quantos tem a oposição para deflagrar o golpe “paraguaio”. O jornal O Globo fez pesquisa entre os 17 líderes partidários, que representam 454 deputados, para levantar esses números, e chegou à conclusão de que se a votação em plenário fosse hoje Dilma seria salva da guilhotina.

Ela teria pelo menos 258 dos 513 deputados em seu favor, ultrapassando assim os 172 necessários. Lembrando que eles devem ouvir seus líderes, observando também que os números sempre não são absolutos, porque em política deputados são voláteis em seus interesses “pessoais”. Enquanto isso a oposição teria o apoio de 182 deputados adeptos da idéia do golpe, pois só juntando DEM, PSDB, SD, e PPS já somam 99 deputados. Dos partidos governistas, PT, PCdoB e PSOL já se posicionaram em sua totalidade contra o impeachment. Junto com PDT e Rede, que disseram que vão caminhar na mesma direção, Dilma já tem cem votos garantidos.

Já que o PR se posiciona que seus 34 deputados são a favor de Dilma, a incógnita fica entre PRB, PMDB e o Partido da Mulher Brasileira. Pelos cálculos de seus líderes, o PMDB tem a favor de Dilma cerca de 60% dos parlamentares, 20% contra, e 20% ainda indefinidos. O líder do Partido da Mulher Brasileira (que de mulher parece que não tem nada, pois são 19 homens e uma mulher apenas), garante que tem a favor de Dilma 12 deputados e o resto contra. Em relação ao PRB, ninguém faz cálculos apesar de ter ministério no Governo desde o início, mas é porque esse Partido tem histórico de infidelidade, apesar de ser em nome de “Jesus”.

Pelo visto a proposta de impeachment pode apenas ser para desgastar mesmo, mais ainda o Governo, ou para dá um tiro no próprio pé da oposição no Brasil.

Comentários