O HOMEM SE PERDE NA PALAVRA

Por Genaldo de Melo
Resultado de imagem para SÍMBOLO DO SERVIDOR PÚBLICO
Este Blogueiro recebe telefonema do ativista sindical Roberval Bezerra (Canarinho) em que o mesmo demonstra total indignação com a postura verbal do deputado estadual baiano Rosemberg Pinto (PT), em que o mesmo em entrevista concedida em 1º de dezembro no programa do "Bocão", ao defender as mudanças que o governador pretende fazer para segundo o mesmo melhorar o serviço público, faz comparação entre servidores públicos e trabalhadores do setor privado. 

Realmente o discurso do deputado não agrada aos servidores, porque não se pode comparar uma situação dessa natureza. Os trabalhadores do serviço privado em grande maioria são “escravos” modernos de empresários inescrupulosos que lucram muito dinheiro às custas do sangue e do suor dos trabalhadores/as, que além disso, são representados por sindicatos fracos que não sabem defender os interesses e os direitos de categoria, e em muitas das vezes não querem isso para manter estabilidade "liberada" para tanto. 

Enquanto isso, os servidores públicos são fortes o suficiente para defenderem seus interesses, têm sindicatos fortes e representativos, e se como disse o deputado tem trabalhadores/as que ganham mais que a Presidente, ele mostre a conta e o relatório para a sociedade baiana saber quem são esses "marajás", porque na grande maioria os servidores públicos ganham "misérias" de salários, enquanto nobres "políticos" ganham salários acima da média, e muitos deles ainda ganham propinas para votar nos interesses dos empresários que escravizam os trabalhadores/as. 

É bom que os deputados que vão à programas de rádio moderem o discurso ao defenderem os interesses de instituições mais fortes, porque a sociedade é bem maior e mais difusa do que o discurso de um homem só. Falar bobagens é fácil, difícil é pagar as contas no início do mês com os salários que alguns servidores/as públicos recebem...!

Comentários