Jacques Wagner é o novo candidato à presidente

Por Genaldo de Melo
Resultado de imagem para imagens de Jaques Wagner
Nunca fui amigo, nem o conheço, e nem tenho nenhuma autorização para defender Jacques Wagner. Mas como escrevi semana passada sobre minha admiração por sua postura em cortar na própria carne sobre os erros do PT e do Governo que ele representa, fui muito criticado, principalmente depois que Cerveró, Rede Globo e outros papagaios mais, apresentaram para a sociedade indícios de crimes eleitorais contra ele que até o momento não se fundamentam em si. Por isso, respondo e também questiono!

Depois de denúncias, e denúncias mais, e assassinatos de reputações, nada tinha ainda atingindo a pessoa política de Wagner. Mas depois que ele teve a coragem que muitos petistas não tiveram, de dizer a verdade das “coisas” em si, de seu partido e do próprio governo que ele representa, descobriram que ele recebeu dinheiro para sua campanha vitoriosa ao Governo da Bahia de 2006, de “gordura” de uma obra que supostamente foi feita para a Diretoria Financeira da Petrobrás somente em 2011.

Interessante essa lógica da oposição, da mídia do Jornalismo da Obediência e do império jurídico do Paraná! Parece brincadeira, mas Cerveró denunciou uma suposta propina, de obra de cinco depois da mesma, que ele nem mesmo sabe quem foi o empreiteiro. Aliás, parece que existem homens que segundo sua delação são verdadeiros bruxos, pois planejaram obras em 2006 para 2011com a certeza de que Wagner se reelegeria em 2010! Isso é brincar com a inteligência dos outros, ou pelo menos com a minha.

Isso somente mais uma vez prova que oposição, que agora pode se juntar com a moça do Acre, Marina Silva, setores empresariais que ficaram de fora das licitações públicas, empresas estrangeiras que querem a qualquer custo tomar conta das obras da Petrobrás e das obras de infraestrutura do Governo Federal, deputados que não tem vida política própria, e a mídia do Jornalismo da Obediência, estão realmente com medo das eleições de 2018.

E Wagner de fato virou “a bola da vez” quando tomou conta das manchetes da imprensa a ponto de ser um verdadeiro perigo vermelho para aqueles que assumiram a certeza de que perdem nas urnas. A oposição parece um pouco tonta, e como um bárbaro que não sabe a direção que segue, pois sem conseguir atingir Lula e Dilma partiram para cima de Wagner como se o mesmo fosse o candidato a presidente em 2018 pela situação. Até o princípio goebbelsiano do inimigo único fica perdido para seus marqueteiros e assessores, pois a cada dia o inimigo é personificado num petista diferente.


Continuo dizendo, Wagner tem que falar mais na defesa do governo, e esquecer das notas de jornais que somente tem credibilidade para os ignorantes políticos, os papagaios de plantão. E quero mais que ele comece também a apontar os punhais políticos que cortam para quem recebeu bem mais dinheiro empresarial para suas campanhas, principalmente aqueles que enquanto todo mundo é contra financiamento empresarial, defendem com unhas e dentes essa prática política.

Comentários