O preço do voto em Feira de Santana

Por Genaldo de Melo
Resultado de imagem para imagens de faca no pescoço
Dialogando com o site Voz de Feira, em que Clovis Pedreira denuncia prováveis abusos políticos de candidatos a vereadores que mantêm excelentes cargos de confiança em órgãos municipais e empregos sob sua coordenação, ficando literalmente estarrecido não posso nem de perto discordar desse assunto. É claro que quando se aproxima das eleições surgem as pressões, chantagens e todo tipo do que não presta da natureza humana para angariar votos e consciências alheias!

Comprovado está que em Feira de Santana lideranças políticas de fato, que desenvolvem trabalhos tanto sociais como políticos propriamente ditos, não passam dos 1.500 votos, porque literalmente estamos num espaço político que somente se elegem aqueles candidatos com muito dinheiro para gastar, resultado de apoios econômicos “esotéricos”, bem como se utilizam da máquina municipal para exigir de seus beneficiários “favores” políticos que devem nas urnas.

É uma pena porque nem sempre estes candidatos que são privilegiados politicamente devem compromissos com seus eleitores, pois na sua grande maioria devem favores aos líderes de seus partidos e grupos políticos, bem como favores, literalmente falando, àqueles que compram as consciências e votos nas famosas bocas-de-urnas da vida. 

Parece que tem um surdo na rua que não quer ouvir, um mudo na sala que não quer falar, e um cego na praça que não quer enxergar! Paciência, pois quem perde mesmo é povo!

Comentários