Pular para o conteúdo principal

Agosto de cruas verdades

Por Genaldo de Melo
Signo de LEÃO
Na história do Brasil o mês de agosto sempre reservou momentos surpreendentes e cruciais, principalmente no mundo político, e provavelmente este ano de 2016 será um dos anos que deverão ser lembrados durante muito tempo na própria história da política brasileira. Corações e mentes devem está suficientemente preparados para quatro grandes acontecimentos.

Em primeiro lugar deverá ser a volta mais uma vez sensacionalista com apoio da mídia do Jornalismo da Obediência da Operação Lava Jato, e deve ser crucial para a vida política de muita gente nesse país. Se o julgamento de Eduardo Cunha acontecer antes da votação do processo de impeachment de Dilma Rousseff no Senado e ele for definitivamente preso, como se especula, ele poderá apresentar o famoso dossiê, muito comentado pelos jornalistas do Estadão, Daiane Cardoso e Igor Gadella, que ameaça explodir tudo no Congresso Nacional e no colo de Michel Temer. Do mesmo modo, se a delações premiadas das empreiteiras Oldebrecht e da OAS virem logo à público, podem não somente selar definitivamente o destino de Dilma no processo de impeachment, como também colocar em cheque metade do Congresso Nacional, líderes partidários, ministros, e o próprio sistema político.

A cassação de Cunha, segundo grande acontecimento, é dada como certa, mais ainda brigam muito nos bastidores sobre a data, se antes do impeachment de Dilma ou depois. Rodrigo Maia já disse que quer colocar em pauta na segunda semana de agosto, mas quer que seja com a participação de todos os deputados. Enquanto isso, Geddel Lima luta para que seja depois de agosto com medo do que pode acontecer, inclusive com seu chefe caso haja vingança de Cunha. Este faz de tudo para adiar seu processo de cassação, ameaçando mundo e fundos, achando que ainda pode se salvar da areia movediça em que se meteu. O que se base mesmo é que Michel Temer não dorme mais sossegado, pois pode inclusive ter sido grampeado pelo Senhor dos Anéis.

Mas agosto revela o mais surpreendente, que é a decisão sobre o impeachment de Dilma Rousseff, que enquanto não encontram provas irrefutáveis de crime de responsabilidade, o relator do processo senador Anastasia diz que tem, e Michel Temer já assumiu na mídia internacional que de fato o julgamento da presidente é político e não jurídico, ou seja, que de fato trata-se de um golpe de Estado. Se aprovado o relatório do senador pela Comissão, que basta de maioria simples (41 dos senadores), o relatório vai para o julgamento do mérito no dia 29 de agosto, sob o comando do presidente do STF, Ricardo Lewandowski. A sessão poderá levar cinco dias e são necessários dois terços dos senadores para aprovar o afastamento definitivo de Dilma. Segundo todos os levantamentos a chamada luta de classes da política brasileira pode definir o segundo golpe de Estado no Brasil das últimas décadas.

O outro acontecimento grandioso do mês de agosto são as primeiras Olimpíadas no Brasil, que começam no próximo dia 05 do mês, com participação de aproximadamente 10 atletas de 206 nações do mundo, com mais de 50 mil agentes de segurança, espalhados pelas ruas e arenas esportivas para garantir a ordem, principal preocupação do Governo interino e do Comitê Olímpico. As imagens surpreendentes dos ensaios militares, as declarações desastrosas de ministros sobre a possibilidade de riscos de terrorismos, e a prisão de supostos terroristas transformaram  aquilo que pode ser uma grande festa do esporte mundial num contexto de filme de Alfred Hitchcock.


Como o mês de agosto foi na história palco de acontecimentos metafóricos e cruciais acontecimentos políticos, vamos esperar os resultados para os primeiros dias de setembro, e vida que segue depois!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Grande oportunidade: Inscrições abertas para o Fundo Socioambiental Caixa

Por Genaldo de Melo A Caixa Econômica Federalestá com inscrições abertas para oFundo Socioambiental Caixa – FSA Caixa, que apóia projetos socioambientais voltados ao desenvolvimento integrado e sustentável para a população de baixa renda. O financiamento varia de 200 mil a 1 milhão de reais. São dois os editais abertos no momento para o FSA Caixa: Desenvolvimento e Cidadania; e Energias Renováveis e Recursos Hídricos. No edital de Desenvolvimento e Cidadania serão selecionados 20 projetos voltados à promoção socioeconômica com foco em saúde, educação, inclusão produtiva e promoção da cidadania, que tenham como finalidade a erradicação da pobreza, inclusão social e econômica, promoção da justiça, da dignidade e da qualidade de vida, implementados por organizações da sociedade civil sem fins lucrativos que atuem junto a grupos e comunidades em situação de vulnerabilidade social. O prazo para inscrição nesse edital é dia 11 de julho. Já no edital de Energias Renováveis e R…

Lula foi inocentado

Por Genaldo de Melo Recentemente o jornalista José Roberto Guzzo, colunista da revista Veja, escreveu um artigo intitulado “É só explicar”, cobrando indignado que Lula deveria aproveitar apenas quinze minutos para explicar sobre o polêmico apartamento que por “convicção" setores do Ministério Público Federal insistem na tese de que foi matéria de propina dada pela empresa OAS ao mesmo.
Interessante é que pelo que sabemos Lula já gastou uma carga de centenas e centenas de quinze minutos explicando que o polêmico apartamento não lhe pertence, e de todos os modos tenta explicar juridicamente esse fantoche político, mas tanto o Ministério Público quanto a mídia do Jornalismo de propaganda política continua insistindo nesse assunto.
Agora realmente o que causa um pouco de indignação é que as testemunhas de acusação que apresentaram seus depoimentos hoje (21/11) ao MPF, absolutamente todas são unânimes em dizer que não podem incriminar Lula, porque elas mesmas não negociaram nada disso em…

O desespero da Globo com seu circo de horrores

Por Genaldo de Melo A Rede Globo de Comunicações, que passou os quinze dias que antecederam o tão badalado depoimento de Lula ao juiz Sérgio Moro, por causa de um triplex, que até agora ninguém mostrou de fato nenhum documento do mesmo no nome dele, e do mesmo modo não comprovou que ele ganhou o mesmo como forma de propina, literalmente entrou em desespero. Interessante é que o tríplex entrou no imposto de renda da OAS, e D. Marisa entrou com um processo judicial para receber sua cota parte de volta, quando desistiu do mesmo, que era de R$ 209 mil em 2009 e hoje é de R$ 300,8 mil (o processo está na 34ª Vara Cível).
A Globo utilizou ao modo de Goebbels o discurso de que Lula poderia, aliás, teria que ser preso ali mesmo em Curitiba, até mesmo com um provável desacato ao juiz, mas como Lula não foi preso porque pelo visto o apartamento não é mesmo dele, partiu para um ataque tão violento, que não se pode dizer que está mais praticando jornalismo.
Do momento do depoimento até agora, quase …