Não era secreto o dossiê de Cunha?

Por Genaldo de Melo
Resultado de imagem para charges sobre eduardo Cunha
Houve um tempo de ingenuidade, em que eu acreditava em tudo que o Jornalismo da Obediência dizia em suas manchetes e capas de jornais, mas agora realmente como ando muito desconfiado dessa parcialidade jornalística não posso acreditar em tudo assim como verdade absoluta. Ontem segundo a Agência Brasil três testemunhas da Lava jato foram ouvidas pela Justiça Federal (STF), os ex-diretores da Petrobrás Paulo Roberto Costa e Nestor Cerveró, e o lobista Fernando Baiano, e este último confirmou o pagamento de propina ao deputado federal Eduardo Cunha no valor entre R$ 4 e R$ 5 milhões. O que intriga a todos é como deputados ficaram sabendo da notícia de antemão de que Cunha prepara um dossiê, um levantamento aprofundado sobre como ajudou aos seus aliados nos últimos tempos, com o objetivo de consolidar material para uma eventual delação premiada na justiça. As perguntas que ficam sem calar é como os repórteres do Estadão, Daiane Cardoso e Igor Gadelha, ficaram sabendo dessas coisas secretas de Eduardo Cunha nessa rapidez toda? São adivinhos ou tem bola de cristal? Ou são aliados de Cunha também que recebem informações privilegiadas? Parece que aqui Carlos Eduardo de O Cafezinho tem razão “Estadão faz o jogo sujo de Eduardo Cunha”, pois também parece que para este jornal o Senhor dos Anéis somente deve cair mesmo depois do golpe consumado, pois se alguma acontecer antes quem pode cair também pode ser Michel Temer e sua turma.

Comentários