Por incrível que pareça um milagre na Globo

Por Genaldo de Melo
Está nas manchetes da imprensa de ontem para hoje que desde que o grupo Globo começou a perseguir indiscriminadamente o ex-presidente Lula, essa é a primeira vez que há uma espécie de ensaio de um recuo. Em texto publicado no site da revista Época, por ninguém menos que o próprio editor-chefe da revista, afirma-se peremptoriamente que o relatório da Polícia Federal sobre o chamado “Tríplex de Lula”, que provocou o indiciamento do ex-presidente e da ex-primeira-dama, Marisa Letícia, é fraco e sem provas.

Mas esse recuo é uma incógnita! Existem algumas hipóteses que devem ser consideradas. Primeiro, deve ser o risco da Globo ser derrotada em relação ao impeachment por Dilma e Lula; segundo, existe a preocupação sobre a percepção generalizada da mídia internacional de que há um golpe de Estado em curso, com participação direta da Globo, com a caçada judicial à Lula, conforme denunciou na ONU; e terceiro, pode ser que a Globo queira intermediar um pacto para evitar a destruição total do sistema político brasileiro, depois que Aécio Neves e José Serra foram atingidos por acusações bem mais sérias do que as que pesam sobre Lula.

Sabe-se ao menos que toda essa perseguição à Lula é porque ele pode ser candidato em 2018, com amplas possibilidades de vencer conforme todas as pesquisas de intenções de votos, e querer se vingar como fez em passado recente Hugo Chavez na Venezuela com a principal rede de televisão que o perseguia, e tirar a concessão pública da Rede Globo que termina exatamente em 2018.


Como o resultado do julgamento do mérito do impeachment ainda não terminou, ninguém sabe inclusive se de hoje para amanhã alguém não pode ser utilizado como bode expiatório na revista Época, com um novo tempo que começa com a Globo virando a melhor amiga de Lula a partir de agora. Amanhã a gente sabe!

Comentários