Pular para o conteúdo principal

A verdade sobre as pesquisas em São Paulo anuncia que na última chance Fernando Haddad vence a Temer e sua Marta

Por Genaldo de Melo
thumb image
São Paulo, capital paulista, como maior reduto eleitoral do Brasil é a chamada “menina dos olhos” para todos os partidos que tem projetos para tomada do poder, principalmente quando o assunto já são as eleições de 2018. De modo, que não seria diferente com o partido do presidente “ilegítimo” da República, Michel Temer, o PMDB. Na realidade qualquer partido com esse objetivo quer ganhar a qualquer custo as eleições municipais em São Paulo, porque já é meio caminho andado nesse processo.

Além de Temer que já foi colocado no tabuleiro recentemente pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), mais dois nomes aparecem nas sombras do PMDB como prováveis para tentar concorrer ao cargo mais importante da República em outubro de 2018, que são Henrique Meirelles, e o atrapalhado Chanceler José Serra, que provavelmente pode deixar o seu partido e ingressar no PMDB caso tenha espaço para ser o candidato.

Mas para desespero dos peemedebistas ligados diretamente a Temer o grande “nó górdio” para que eles possam sonhar com um 2018 tranqüilo e em brancas nuvens, é exatamente sua candidata à prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy, que em vez de subir nas pesquisas e no gosto popular para vencer as eleições municipais, está fazendo exatamente o contrário, descendo “montanha abaixo”, deixando o processo complicado para todos eles. E para mais desespero ainda, quem está crescendo e com a possibilidade de surpreender como fez em 2012, respondendo nas urnas inclusive as pesquisas que tentou empurrar a própria Marta para influenciar nos redutos do petismo no município, é Fernando Haddad.

E parece que em função disso, eles estão “batendo cabeça”, conforme informa a Coluna Painel da Folha de São Paulo. Descendo a ladeira eleitoral conforme passam os dias que se aproximam do próximo domingo eleitoral, Marta Suplicy e sua turma estão colocando a culpa por sua queda nas pesquisas na “agenda maldita” do Planalto, aliada à exploração da relação da candidata com o presidente Michel Temer, pois “é todo dia uma manchete ruim”, diz um general do staff da senadora. E do outro lado conforme a mesmo Coluna Painel a turma de Michel Temer que se tornou o ocupante do Palácio do Planalto mais impopular da história política brasileira, já vislumbra o desgaste para o Planalto caso Marta chegue ao fim do primeiro turno em São Paulo atrás de Fernando Haddad.

Para construir um processo eleitoral com a finalidade de ganhar a Prefeitura de São Paulo, o erro deles foi achar que os paulistanos seriam massa de manobra como eles sempre fizeram, sem enxergar o capital eleitoral do próprio Haddad como atual prefeito, e também não contaram com o fator tucano, que também quer a qualquer custo ganhar a Prefeitura para se cacifar ao Palácio do Planalto sem a participação de Temer, Meirelles ou Serra, ou seja, esqueceram do PT e do PSDB. Pode ser muita dor para os membros do PMDB, pois quem pode ganhar as eleições paulistanas pode ser ou Dória ou o próprio Haddad pelos prognósticos da semana.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Grande oportunidade: Inscrições abertas para o Fundo Socioambiental Caixa

Por Genaldo de Melo A Caixa Econômica Federalestá com inscrições abertas para oFundo Socioambiental Caixa – FSA Caixa, que apóia projetos socioambientais voltados ao desenvolvimento integrado e sustentável para a população de baixa renda. O financiamento varia de 200 mil a 1 milhão de reais. São dois os editais abertos no momento para o FSA Caixa: Desenvolvimento e Cidadania; e Energias Renováveis e Recursos Hídricos. No edital de Desenvolvimento e Cidadania serão selecionados 20 projetos voltados à promoção socioeconômica com foco em saúde, educação, inclusão produtiva e promoção da cidadania, que tenham como finalidade a erradicação da pobreza, inclusão social e econômica, promoção da justiça, da dignidade e da qualidade de vida, implementados por organizações da sociedade civil sem fins lucrativos que atuem junto a grupos e comunidades em situação de vulnerabilidade social. O prazo para inscrição nesse edital é dia 11 de julho. Já no edital de Energias Renováveis e R…

Lula foi inocentado

Por Genaldo de Melo Recentemente o jornalista José Roberto Guzzo, colunista da revista Veja, escreveu um artigo intitulado “É só explicar”, cobrando indignado que Lula deveria aproveitar apenas quinze minutos para explicar sobre o polêmico apartamento que por “convicção" setores do Ministério Público Federal insistem na tese de que foi matéria de propina dada pela empresa OAS ao mesmo.
Interessante é que pelo que sabemos Lula já gastou uma carga de centenas e centenas de quinze minutos explicando que o polêmico apartamento não lhe pertence, e de todos os modos tenta explicar juridicamente esse fantoche político, mas tanto o Ministério Público quanto a mídia do Jornalismo de propaganda política continua insistindo nesse assunto.
Agora realmente o que causa um pouco de indignação é que as testemunhas de acusação que apresentaram seus depoimentos hoje (21/11) ao MPF, absolutamente todas são unânimes em dizer que não podem incriminar Lula, porque elas mesmas não negociaram nada disso em…

O desespero da Globo com seu circo de horrores

Por Genaldo de Melo A Rede Globo de Comunicações, que passou os quinze dias que antecederam o tão badalado depoimento de Lula ao juiz Sérgio Moro, por causa de um triplex, que até agora ninguém mostrou de fato nenhum documento do mesmo no nome dele, e do mesmo modo não comprovou que ele ganhou o mesmo como forma de propina, literalmente entrou em desespero. Interessante é que o tríplex entrou no imposto de renda da OAS, e D. Marisa entrou com um processo judicial para receber sua cota parte de volta, quando desistiu do mesmo, que era de R$ 209 mil em 2009 e hoje é de R$ 300,8 mil (o processo está na 34ª Vara Cível).
A Globo utilizou ao modo de Goebbels o discurso de que Lula poderia, aliás, teria que ser preso ali mesmo em Curitiba, até mesmo com um provável desacato ao juiz, mas como Lula não foi preso porque pelo visto o apartamento não é mesmo dele, partiu para um ataque tão violento, que não se pode dizer que está mais praticando jornalismo.
Do momento do depoimento até agora, quase …