Com a importante descoberta de baixa arrecadação Congresso anuncia que empresários voltam a financiar campanhas eleitorais

Por Genaldo de Melo
brasil_bananao
Todos os processos de corrupção nesse país sempre tiveram a raiz no financiamento de campanhas eleitorais feitas por empresários, exemplo disso são os resultados da famosa Operação Lava Jato. Porém, o financiamento empresarial foi considerado inconstitucional pelo STF em setembro de 2015, em meio às ações da Operação citada, que apontou que as empreiteiras investigadas haviam doado cerca de 40% do total arrecadado para os maiores partidos políticos em atividade no país, PT, PMDB, e PSDB.

Porém com o minguado processo de baixa arrecadação financeira nessas eleições, diversos parlamentares estão pensando seriamente em apresentar Proposta de Emenda à Constituição, em que volta à baila de novo o financiamento eleitoral da parte dos empresários.

Posso até está totalmente errado, mas da forma como os empresários negociam seus apoios em troca de “gordas” licitações públicas, o financiamento empresarial de campanhas eleitorais vai colocar de novo a possibilidade ínfima de se poder acabar com uma parcela da corrupção existente nesse país em escanteio. Ninguém em sã consciência vai achar que empresários por ser “bonzinhos”, vão colocar montantes absurdos de dinheiro para eleger parlamentares, sem que algo em troca volte para seus cofres.

Somente concordo com o financiamento eleitoral em que o empresário que fizer isso fique longe de qualquer licitação pública, porque como se sabe eles somente financiam porque sabem que vão ganhar a licitação para tirar o dinheiro que financiou os “nobres” candidatos aos cargos públicos.

A cada dia que se passa o Brasil prova que faz juz ao discurso do grande general francês Charles de Gaulle de que “o Brasil não é um país sério”. O que se deveria pensar era aprovar uma lei clara que permitisse aos empresários financiar as campanhas eleitorais dos amigos, mas não pudessem participar de nenhuma licitação pública em todos os níveis, municipal, estadual e federal. Assim sim, poderíamos acreditar que não haveria nenhum tipo de maracutaia às escondidas na base do uísque envelhecido!

Comentários