Nova Marta Suplicy anuncia que nunca foi da esquerda

Por Genaldo de Melo
APOS DE 33 ANOS MARTA SUPLICY DEIXA O PT chuveuro relefone garrafa alcool
A ex-militante de esquerda que jogou sua biografia política na lata de lixo da história, a senadora Marta Suplicy (PMDB), parece que quer tratar os paulistanos como verdadeiros beócios que sem memória não vão lembrar mais de quem ela foi, como representante legítima e atuante, no tempo em que teve coerência na esquerda brasileira.

Agora na ânsia doentia de angariar votos para se eleger prefeita da capital paulista, e pensando que a esquerda está morta somente porque derrubaram Dilma Rousseff e estão a qualquer tentando assassinar a reputação do ex-presidente Lula, ela assumiu que não nunca disse prá ninguém que era de esquerda.

Uma atitude dessa natureza deveria envergonhar seus familiares e amigos que sempre lhe devotaram atenção política a ponto de reiteradas vezes ter trabalhado com afinco para elegê-la deputada federal, prefeita de São Paulo e senadora da República, sempre no campo político da esquerda. Isso é puro e nojento oportunismo num quadro político em que sua “vaca sem leite vai direto para o brejo”.

Marta parece que está perturbada do juízo! Ou deve está ouvindo demais novos assessores que o PMDB golpista colocou-lhe à disposição para lhe orientar num projeto que todo mundo sabe que não vai prá lugar, pois ela não ganhará a prefeitura da capital paulista, porque os tempos são outros e os amigos fiéis também.


Se continuar com essa doidice toda, podem escrever em suas agendas, Marta Suplicy, pode ser um quadro político que deixou a esquerda brasileira, aliás, deixou o seu antigo partido o PT, e vai ficar por aí vagando politicamente sem mandatos como aquela outra do Acre que quer ser apenas Presidente da República, coisa em si que jamais a história vai permitir. Marta precisa tomar cuidado para não se eleger em 2018 até mesmo para deputada federal. A história é que dirá...!

Comentários