Num importante conselho para o povo Rafael Correa anuncia uma nova Operação Condor na América Latina

Por Genaldo de Melo
 
Nesse último final o presidente do Equador, Rafael Correa, falou que está acontecendo na América Latina uma nova "Operação Condor", fazendo referência à cooperação entre as ditaduras militares na América do Sul entre 1970 e 1980 que procuraram de todos os modos, principalmente com prisões torturas e violência, bloquear a ascensão de qualquer líder de esquerda, só que desta vez se utiliza do Poder Judiciário para neutralizar os políticos progressistas “que podem vencer eleições como é o caso Lula”.

Ele afirmou nesse sábado (17/09) em seu programa na internet, o “Enlace Ciudadano", que a destituição de Dilma Rousseff da Presidência da República e as acusações infundadas contra Lula no Brasil, e as acusações contra a ex-presidente da Argentina, Cristina Kirchner  são a expressão de uma espécie de nova "Operação Condor" na região.

Para ele “a nova 'Operação Condor' não são somente ‘congrezasos, mas também ‘cortezasos, utilizando cortes, juízes e  promotores com ambições políticas para bloquear candidatos de esquerda que sabem que vencem eleições, como é o caso do querido companheiro Lula da Silva”.

Porém ele sustenta que como dessa vez a América Latina e o mundo inteiro não tolerariam as repressões militares de outrora, a via que estão utilizando para fazer isso com os líderes de esquerda é que percam maiorias parlamentares, e se utilizando do bastião do Judiciário para eliminá-los politicamente.

Então a única forma de enfrentar essa nova “Operação Condor” aperfeiçoada é ocupar as ruas e manter taticamente em permanente ebulição os “Comitês Contra o Golpe”, pois somente assim se conseguirá manter no imaginário popular de que o projeto da esquerda é melhor para o povo do que o projeto da direita para os poucos fascistas, conservadores e reacionários.

Comentários

Postar um comentário