O desafio de prender Lula a qualquer custo ainda não está garantido para a direita

Por Genaldo de Melo
É prematuro dizer qualquer verdade sobre o deve ser feito com Lula a partir da decisão de Sérgio Moro, que a mídia vem criando uma expectativa como se ele sendo acusado de supostos crimes sem provas já é um criminoso a ser abatido, e pronto! Mas uma coisa é certa, o rapaz de nome complicado que apresentou um espetáculo político de power point com supostos crimes contra o líder máximo, o "idiota do Lula" que surrupiou, segundo ele, apenas 0,0957% de todo o roubo de que ele mesmo coordenou, está totalmente errado em sua avaliação. Tanto que não tem processo e não tem prova, ou seja, foi um espetáculo político para assassinar a reputação do ex-Presidente da República.

Outra coisa também é certa, ninguém ache que caso se decida como sempre vem fazendo na arbitrariedade a parcela do Judiciário Brasileiro de Curitiba, que prendendo Lula, tudo vai ficar em céu de brigadeiro, porque esse país provavelmente vai entrar literalmente em chamas, porque Lula não representa nesse momento os interesses pessoais dele ou do seu PT, Lula representa o projeto da esquerda brasileira, e quiçá laninoamericana, e ninguém em sã consciência envolvida em política vai deixar isso de graça.

Derrubaram Dilma Rousseff utilizando as regras políticas, coordenadas por misteres líderes da corrupção nesse país, e acham que podem assim do nada acabar, e literalmente acabar com a esquerda brasileira, que tudo vai ficar tranqüilo. Indiscutivelmente pode-se fazer tudo que se deve nesse país, na tomada de uma decisão de que agora de uma vez por todas passamos a viver uma nova espécie de ditadura política, a ditadura do Judiciário, mas é bom os incautos e fanáticos contra Lula e o PT lembrarem, de que quem está nas ruas e vai continuar nas ruas em caso de provável prisão ou menção de prisão de Lula, não são os petistas, são os brasileiros que votaram no projeto coordenado pelo mesmo e por Dilma, são os que estão gritando “Fora Temer”, são os que sabem que houve um golpe de Estado coordenado por notórios corruptos que no voto não ganharam eleições desde 2002.


É bom que todos esses fanáticos que sem provas estão fazendo política, quando deviam era fazer o seu papel de magistrados e representantes do Poder Judiciário, que primeiro procurem as provas para depois acusar, e se lembrem também de que o povo não é bobo, e nem está mais indo na onda da Rede Globo. O povo está cansado de tanta perseguição, e de tanta mentira repetida em função de derrotar Lula em 2018. Na realidade o que eles estão fazendo é não cumprir o ensinamento de Grácian de que “o desprezo é a mais política das vinganças”. Desse jeito eles estão se tornando os cabos eleitorais de Lula! E se prender ele sem provas vai ser ainda estarrecedor o crescimento de Lula diante de seus adversários políticos.

Comentários