A incrível falta de respeito da EMBASA com o povo na Zona Rural de Feira de Santana

Por Genaldo de Melo
Famílias que residem nas comunidades rurais (principalmente as comunidades dos Distritos de Maria Quitéria e Matinha) a partir do Bairro Novo Horizonte, estão reclamando e denunciando publicamente de que a EMBASA vem a algum tempo tratando quem mora naquela região como se não houvesse água encanada, mesmo que as faturas mensais para pagamento estejam vindo normalmente e as pessoas cumprindo com suas obrigações “religiosamente”, pois quando atrasa no pagamento naturalmente a Empresa muitas das vezes sem nem mesmo comunicar, pois na maioria das vezes as pessoas não recebem nem o talão e nem o comunicado, faz o corte da água.

A grande preocupação das famílias que residem naquelas localidades é principalmente porque em todas as famílias existem crianças menores que precisam sobreviver, e para isso precisa de água. Reclamações são feitas à EMBASA, e a empresa parece que não está mesmo preocupada com isso, pois além de não atender com a "sublime" obrigação que tem com quem cumpre suas obrigações, também não apresenta nenhuma explicação ou mesmo uma nota coloca para que a população possa está ciente do que está acontecendo.


Como já passa de mais de 15 dias sem água na região, os reservatórios familiares estão secando, e em muitos casos as famílias já estão recorrendo à solidariedade de vizinhos, as famílias estão começando a planejar a fazer a mobilização mais impopular, que é parar diariamente a BR 116 Norte, porém não somente uma vez, mais várias vezes até que a Opinião Pública force a EMBASA a dá uma resposta. A população pretende também criar estratégias para mostrar à população e a Opinião Pública quem é o grande responsável "político" em Feira de Santana para conversar com a EMBASA para resolver o problema, e respeitar o povo!

Comentários