A última chance da Lava Jato contra Lula parece ser mesmo as urnas

Por Genaldo de Melo
A mídia brasileira, exatamente aquela que é considerada séria e que tem suas matérias reproduzidas como verdades absolutas por todos os rincões do país, não colocou até o momento nenhuma nota dizendo que as investigações feitas pela Lava Jato nas contas do ex-presidente Lula, de seus familiares, colaboradores, do Instituto Lula e da empresa de palestras LILS, não encontraram nenhuma irregularidade conforme denúncias e “convicções” de representantes irresponsáveis dos setores políticos do Ministério Público.

Segundo a matéria publicada em Plantão Brasil, de autoria de Cristiano Zanin Martins e Roberto Teixeira, como nada foi encontrado de irregularidade então “São, por isso, sem exceção, acusações frívolas, típicas do lawfare, ou seja, da manipulação das leis e dos procedimentos jurídicos para fins de perseguição política”.

Tudo isso somente comprova que realmente as pesquisas que vêm sendo feitas colocando Lula em primeiro lugar em todos os cenários pra eleições presidenciais de 2018 são a mais pura verdade, ou seja, o povo brasileiro já percebeu que tudo não passa de um grande teatro para tirar Lula do páreo. Transformou-se não somente em perseguição política, mas também na mais doentia obsessão contra Lula.


Pelo visto, parece que não vão conseguir provas que incriminem Lula, a ponto de prendê-lo, então o que vão fazer até 2018 é sangrá-lo dia a dia, pensando que com isso podem matá-lo politicamente. Porém isso, pode ser muito perigoso para a direita brasileira, porque enquanto se bate em Lula, ele se transforma aos poucos no candidato natural da esquerda, enquanto que a direita vai ter ainda que preparar seu nome para concorrer à altura contra o maior líder político vivo no Brasil. 

Comentários