Um conselho para os amigos de Aracaju

Por Genaldo de Melo
Não mais deposito meu voto nas urnas da capital de Sergipe, a cidade de Aracaju, o que já fiz no passado com muito orgulho em nomes de peso da política local como Marcelo Déda (numa chapa vencedora em que contava com a presença do candidato de hoje Edvaldo Nogueira) que transformou a cidade, que antes era um celeiro de desorganização e abandono à população, numa cidade considerada das melhores para se viver no Brasil.

Gostaria muito de está presente nas urnas para exatamente fazer o que já fiz, confiar meu voto naquele que hoje pode representar o melhor projeto para a cidade que vivi toda minha infância, adolescência e juventude, que é no nome de Edvaldo Nogueira. Mas não posso porque já me encontro com responsabilidade de votar em Feira de Santana, na Bahia.

Mas sei que a população de Aracaju não vai querer que representantes de projetos políticos anacrônicos, aliados ao que existe de pior em matéria de política no Estado de Sergipe possa governar uma cidade que só tem que reconhecer que deve voltar a crescer e largar os ranços do atraso, do coronelismo político, do que existe de mais "podre" na política como o próprio vice-prefeito atual, José Carlos Machado, reconheceu recentemente em áudio.


É preciso que Aracaju tenha uma visão de futuro com um projeto político de desenvolvimento que coloque de novo a cidade no cenário das melhores do Brasil, e para isso nada mais do que confiar nas urnas as vontades próprias que representam o melhor para o coletivo municipal. E este melhor está em Edvaldo Nogueira!

Comentários