Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2016

Agora FHC anuncia como resolver o problema que ele ajudou a criar

Por Genaldo de Melo Fernando Henrique Cardoso é um sujeito muito estranho. Pode ser que por causa de seus altos estudos (tanto que muitos beócios que parece que não estudam o chamaram no passado de príncipe da sociologia), ou pode ser porque foi poderoso durante oito anos como presidente do nosso país, e acha que ainda é. Além de estranho, ele continua muito arrogante intelectualmente em seus artigos ...na Folha de São Paulo.
Juntou-se com o senador mineiro Aecio Neves, aquele que perdeu eleitoralmente tudo em Minas Gerais, e fica em Copacabana curtindo um bom dezoito anos, e outros parceiros mais, para derrubar Dilma Rousseff, tentar tirar Lula do páreo eleitoral a qualquer custo, implementar nas pressas com o bode na sala, o pinguela Michel Temer, uma agenda de Estado Minimo e voltar em 2018 com um tucano na presidencia da Republica.
Mas pelos últimos acontecimentos, na economia e na política, o golpe pensado por eles não deu certo. E como os seus correligionários estão todos no…

Um demagogo querendo ser o melhor presidente nordestino

Por Genaldo de Melo Michel Temer, conhecido como "boca de envelope amassado", por causa do seu tique nervoso de ficar chupando o canto direito da boca enquanto fala, visitou o Estado de Alagoas hoje (27/12), e demagogicamente tascou o discurso de que quer terminar seu ilegítimo mandato como o melhor presidente "nordestino".
Pode até ser, porque demagogicamente ele cumprindo seu dever como chefe do executivo anunciou a liberação de R$ 755 milhões para que o Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário (até agora não entendi essa separação, já que politica agrária deveria ser exclusiva) faça um trabalho de enfrentamento da seca, com a construção de 133 mil cisternas, microacudes e programas de acesso à água em 759 municipios de 15 Estados. Tomara que o povo de seu partido não leve a metade do dinheiro pelo ralo...!
O seu discurso em Alagoas foi bastante constrangedor, porque mesmo cumprindo seu papel como presidente, ele não conseguiu não ser alvo dos protestos…

A verdade sobre a falta de reação dos brasileiros diante da incrível destruição do Estado

Por Genaldo de Melo A sensação de impotência política tem tomado conta de uma grande parcela da sociedade que sabe o que está acontecendo no país, mas sabe muito bem que sozinha não vai poder combater as nocivas mudanças que vem sendo implementadas no Brasil como Estado.
Pior ainda é saber que o povo não começou a reagir, exatamente porque o povo não sabe o que de fato está acontecendo. O povo está sendo literalmente enfeitiçado, mas precisamente imbecilizado, pelo processo de desinformação promovido pela mídia comprometida com a noção de Estado Mínimo, principalmente pela Rede Globo de Televisão.
A configuração do Estado brasileiro depois do pacto feito por Lula com a Carta aos Brasileiros em 2002, está literalmente sendo mudada numa rapidez e numa crueldade tão grande, que nem importa se Michel Temer seja rejeitado pelo povo brasileiro ou não, pois ele é apenas o bode na sala para a implementação de uma nova configuração, em que o próprio povo é quem vai ser peremptoriamente prejudicad…

Excelente oportunidade: Abertas inscrições para o edital do Fundo Japonês para o Meio Ambiente Global

Por Genaldo de Melo Criado a partir de um compromisso público assumido pelo governo do Japão durante a Conferência Rio 92, a edição 2017 do Fundo Japonês para o Meio Ambiente Global está recebendo propostas de organizações da sociedade civil. O financiamento varia de 500 mil a 6 milhões de ienes, em torno de 14.200 a 170.500 reais. Podem ser encaminhados propostas de iniciativas com duração máxima de até 3 anos, e esse Fundo tem uma características específica, que é exigir da organização que tenha um representante no Japão, ou parceria com alguma organização japonesa com experiência em atividades de conservação ambiental, e possa indicar uma conta bancária no Japão. Propostas podem ser enviadas até o dia 16 de janeiro (considerando o fuso horário), e devem ser escritas em japonês. Mais informações podem ser encontradas, em inglês, nesta página. (Com informações de ABCR)

Nova Oportunidade: Fundo Brasil de Direitos Humanos lança edital específico para apoio a iniciativas de promoção, proteção e defesa dos direitos humanos

Por Genaldo de Melo Com o apoio da Fundação Ford, o Fundo Brasil de Direitos Humanos publicou edital de apoio projetos promovidos por organizações da sociedade civil que estejam trabalhando em parceria com organizações, grupos e coletivos em ações de litigância estratégica que combinem também atividades de advocacy e comunicação. O recurso total disponível é de 800 mil reais. As propostas apresentadas devem ter duração de até 18 meses, segundo consta no edital, e serão apoiados um total de 11 projetos que visem à promoção do direito à cidade; direito à terra; direito à liberdade de expressão e organização; direitos das mulheres, da população LGBTI, de crianças, adolescentes e jovens; enfrentamento ao racismo, além de projetos para a proteção de defensores e defensoras de direitos humanos. Inscrições podem ser feitas até o dia 23 de janeiro, em uma versão preliminar. As propostas devem ser enviadas pelos Correios. Mais informações estão disponíveis aqui. (Com informações de ABCR)

Oportunidade: Fundação KR financia projetos de defesa do meio ambiente

Por Genaldo de Melo Com sede em Copenhagen, na Dinamarca, a Fundação KR mantém uma linha de financiamento para projetos de organizações da sociedade civil que abordem as causas das mudanças climáticas e da degradação ambiental. O apoio é de 500 mil a 5 milhões de coroas dinamarquesas, entre 67 mil e 670 mil reais. Até hoje nenhuma organização brasileira foi contemplada com esse financiamento, que tem duas linhas programáticas: comportamento sustentável e finanças sustentáveis, e apoia projetos de até três anos. O prazo para envio de propostas é dia 19 de janeiro de 2017 (sugerimos enviar um dia antes, em razão do fuso horário). São duas fases, sendo a primeira mais simples, solicitando uma carta de intenções (letter of intentions – LOI). Os pedidos devem ser solicitados em inglês, e mais informações estão disponíveis aqui. (Comk informações de ABCR)

Grande oportunidade: Premio Internacional de Inovação Cultural seleciona projetos com foco em mudanças climáticas

Por  Genaldo de Melo O Centro de Cultura Contemporânea de Barcelona (CCCB) lançou o Premi Internacional a la Innovació Cultural, que vai selecionar projetos culturais que ofereçam soluções criativas e eficazes para problemas ambientais no mundo. O prêmio oferecerá ao vencedor, além de reconhecimento internacional, o valor de 20 mil euros, cerca de 70 mil reais. Podem participar pessoas físicas ou organizações sem fins lucrativos de qualquer país. Além do aporte financeiro que deverá ser utilizado para ampliar o projeto, o trabalho vencedor será exibido na exposição“Después del fin del mundo”. Ela esta prevista para ocorrer em outubro de 2017, na sede do CCCB, em Barcelona. Os interessados tem até o dia 31 de janeiro de 2017 para fazer a inscrição gratuita no site:https://innovation.cccb.org/home, onde também é possível acessar o edital completo. Os documentos do cadastro devem ser enviados em inglês, espanhol ou catalão.

Oportunidade: Edital Anual 2017 do Fundo Brasil de Direitos Humanos está com inscrições abertas

Por Genaldo de Melo O Fundo Brasil de Direitos Humanos está recebendo propostas para o seu Edital Anual 2017 – Combate à Violência Institucional e à Discriminação. O apoio mínimo será de 20 mil reais e o máximo de 40 mil. Em 2017 o Fundo Brasil de Direitos Humanos terá um olhar especial para projetos que atuem na defesa e proteção de defensores e defensoras de direitos humanos. As propostas aprovadas deverão ter duração máxima de até 12 meses, e as organizações proponentes podem ter receita anual máxima de 700 mil reais. O Fundo Brasil de Direitos Humanos recebe propostas neste edital somente pelos correios, e o prazo para envio é o dia 24 de fevereiro de 2017. Todas as informações estão disponíveis aqui. (com informações de ABCR)

A verdade sobre os distúrbios institucionais e as Diretas Já!

Por Genaldo de Melo Quando defendemos a tese que era perigosíssimo para a nossa já consolidada democracia a quebra das regras elementares, principalmente aquela que determina que para governar o pais deve-se ser feito através do voto popular, defensores contrários da idéia pregaram abertamente que era porque eramos do Partido dos Trabalhadores, sem ao menos sermos filiados ao mesmo.
Resultado, consolidaram suas ideias na base da força jurídica e escolheram para governar exatamente um homem que não passa, literalmente está comprovado que não passa pelo crivo das urnas. Escolheram para tanto um homem sem capacidade de coordenar equipe, bem como sem capacidade de governar. Incompetente e impopular!
Literalmente entramos num processo de distúrbio institucional, apesar dele dizer que as nossas institucionais eram fortes para depois diante de sua incapacidade politica mudar de idéia. E esse presidente não veio sozinho, ilegitimamente assumiu o posto com o discurso de combate à corrupção e form…

Otto Alencar, a Previdência e o Governo da Bahia

Por Genaldo de Melo Hoje pela manhã o senador baiano Otto Alencar (PSD) concedeu uma entrevista ao radialista feirense Dilson Barbosa, da radio Sociedade FM, em que falou principalmente de duas coisas que precisavam ser ditas por ele, depois que votou em primeiro turno na PEC 55 contra a vontade da maioria de seus eleitores.
A primeira foi sobre a proposta do governo de reforma da Previdência, quando ele disse que da forma que ela foi apresentada não passa nem na Câmara dos Deputados e nem no Senado Federal. Porém como existe a necessidade de mudança, o governo apresentou a proposta com "gorduras" para que os parlamentares possam mudar a mesma através de emendas. Muito enigmático isso!
O segundo assunto de que tratou foi sobre as eleições de 2018. Na opinião dele Rui Costa tem o direito de reeleição, e tem totalmente seu apoio, mas deixando nas entrelinhas que espera em Deus que nada mude. Mas enigmático ainda, quando rumores dão conta de que provavelmente o candidato da situ…

A ingerência ridícula na vaquejada do Nordeste

Por Genaldo de Melo Acompanho a polêmica em torno da tentativa absurda de proibição das vaquejadas com misto de perplexidade, principalmente porque ela existe a muitos anos, e somente agora gente de gabinete e ar condicionado descobriram que ela deve ser extinguida.
Provavelmente essa gente não tem mais o que fazer e tem que propor algum absurdo para a manutenção de evidências pessoais, porque a vaquejada em si é um produto cultural do Nordeste brasileiro, e principalmente uma atividade estritamente econômica no mundo de hoje.
Se os argumentos são de que os animais são violentados, então as propostas coerentes deveriam girar em torno do aperfeiçoamento, e não da agressão contra a cultura nordestina.
Se os animais passam por tipos de violências e são sacrificados, então que não se mate mais os mesmos para que sirva de alimentação humana, porque isso também é sacrifício.
É cada discurso torto, que literalmente concluo como mais uma ação preconceituosa contra o povo nordestino. A vaquejad…

A inesquecível foto daqueles que conspiram contra a verdade

Por Genaldo de Melo A foto do juiz, que maior parte dos brasileiros lhe emprestaram confiança para que ele contribuísse com o combate à corrupção, mas o mesmo somente serviu politicamente para os resultados da luta política entre projetos políticos, fofocando na festa da revista Isto É com o representante do PSDB nas urnas em 2014, que depois de derrotado coordenou a consolidação dos distúrbios sociais por qual passamos, e que moralmente ficou na esquina da historia, é literalmente as trevas dos tempos que ainda há por vir.
E ainda, numa fotografia reveladora de indícios de aliança por trás do Mordomo de Filme Terror, do ministro representante dos interesses do mercado exterior, e do governador que se pretende presidente próximo, é o significado real de que estamos literalmente de forma metafórica voltando aos tempos da escravidão no Brasil, porém modernizada.
Isso pode significar mesmo com erros de avaliação politica nossa, que vão derrubar Temer, tirar do caminho o príncipe da sociol…

É incrível como o povo não reage ao fim do Estado!

Por Genaldo de Melo Nos meus idos 45 anos de idade nunca tinha visto ainda uma sociedade tão quieta, tão calada politicamente, como o que está acontecendo com a sociedade brasileira hoje, politicamente falando.
Ninguém reage a nada, mesmo com a brusca ruptura de projeto politico que aconteceu. Ninguém, absolutamente ninguém, com exceção de atores orgânicos dos movimentos sociais e sindicais é que tentam fazer o contraponto a pesos e contrapesos.
O povo foi "emburrecido" culturalmente pela Rede Globo e pelos papagaios que repetem o que eles repassam filtrados pelos seus interesses (jornalistas e radialistas menores que não procuram outras fontes de informações).
A culpa não é do grupo politico que fez uma revolução em Politicas Publicas e remodelou o Estado em função de todos, e construiu um pacto para que as classes não disputassem espaços na sociedade, porque acaba sendo ruim para todos.
A culpa foi da classe que controla os meios de produção que traiu o pacto, e prefere vol…