Agora FHC anuncia como resolver o problema que ele ajudou a criar

Por Genaldo de Melo
Fernando Henrique Cardoso é um sujeito muito estranho. Pode ser que por causa de seus altos estudos (tanto que muitos beócios que parece que não estudam o chamaram no passado de príncipe da sociologia), ou pode ser porque foi poderoso durante oito anos como presidente do nosso país, e acha que ainda é. Além de estranho, ele continua muito arrogante intelectualmente em seus artigos ...na Folha de São Paulo.

Juntou-se com o senador mineiro Aecio Neves, aquele que perdeu eleitoralmente tudo em Minas Gerais, e fica em Copacabana curtindo um bom dezoito anos, e outros parceiros mais, para derrubar Dilma Rousseff, tentar tirar Lula do páreo eleitoral a qualquer custo, implementar nas pressas com o bode na sala, o pinguela Michel Temer, uma agenda de Estado Minimo e voltar em 2018 com um tucano na presidencia da Republica.

Mas pelos últimos acontecimentos, na economia e na política, o golpe pensado por eles não deu certo. E como os seus correligionários estão todos no olho do furacão o principe agora quer chamar os atores politicos, como se ele fosse a autoridade moral para tanto, para dialogar a saída para a crise que o Brasil enfrenta.

Depois que todo mundo ficou sabendo que José Serra recebeu milhões em esquemas escusos, depois que Geraldo Alckimin foi denunciado de que também recebeu muito dinheiro de fontes inaceitáveis, e depois que Aecio Neves foi depor as escondidas na Policia Federal, Fernando Henrique Cardoso quer diálogo com todas as forças politicas, inclusive com Lula.

Que contradição com discursos recentes desse senhor arrogante! Quer voltar a ser líder a qualquer custo, mas não tem mais idade. Se quiser ouvir Lula, chame todo mundo para discutir eleições diretas. O recado de Lula foi dado na TV turca semana passada, "meu bom príncipe"!

Comentários