Mais de três mil trabalhadores ocuparam as ruas de Feira de Santana no 08 de março

Por Genaldo de Melo
Ato reúne mulheres em Feira contra reforma da Previdência
Com a eminente ameaça de ser aprovada a Reforma da Previdência que alijará do direito de uma aposentadoria segura os trabalhadores brasileiros, principalmente as mulheres trabalhadoras rurais, mais de três mil pessoas participaram de grande mobilização em Feira de Santana no último dia 08 de março.

Comemorando o Dia Internacional da Mulher, e protestando contra a famigerada Reforma da Previdência de Michel Temer, participaram do movimento representantes de 79 entidades sindicais de 71 municípios das regiões de Feira de Santana, Chapada Diamantina, Vale do Jiquiriçá, Vale do Jacuípe, Litoral Norte, Recôncavo e das regiões de Jequié e Ribeira do Pombal.

O evento foi uma iniciativa da Federação dos Trabalhadores Rurais e Agricultores Familiares da Bahia (FETAG-BA) e da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB). A organização do evento foi realizada pelo Pólo Sindical de Desenvolvimento Rural Sustentável “Wilson Furtado, sediado em Feira de Santana.

Além da participação de 71 sindicatos de trabalhadores rurais das várias regiões, a mobilização contou também com a presença massiva de todos os sindicatos urbanos de Feira de Santana filiados à CTB. Segundo a coordenação do evento essa foi uma das primeiras das manifestações que vão acontecer a partir de agora, para que a famigerada Reforma da Previdência não aconteça como quer o Governo Federal que literalmente vai destruir o regime de seguridade social no país.

Comentários