O desafio de encher o papo do pequeno galo de briga com ataques e mentiras

Por Genaldo de Melo
Parece que os deputados estaduais da oposição na Bahia estão ficando cada mais birutas, ou acham que a população baiana, principalmente os formadores de opinião que não esquecem dos fatos como o próprio povo, que não tem nem tempo nem bom jornalismo dos grandes meios de comunicação para lembrar dos fatos, pois atacaram ontem o Governo do Estado, cobrando os investimentos estaduais para resolver os problemas que eles mesmos foram quem causaram em relação a demora em entregar a população soteropolitana o famoso Metrô.

Passaram anos e anos em que todos os governos municipais, sempre responsáveis pela construção da obra, começando com Antonio Imbassahy, depois por João Henrique e agora ACM Neto, e nunca entregaram a obra que deveria ser entregue há muitos anos atrás. Agora sem mais nem menos estão colocando a culpa no Governo do Estado, e exigindo a paternidade de um mini-metrô que ainda não serve de fato totalmente para as necessidades de mobilidade urbana de Salvador. É muita falta de respeito com a memória  do povo, pois o mínimo do mínimo que existe foi pelo fato do envolvimento do Governo do Estado!

Na nota publicada ontem (09/03), eles dizem que o Metrô somente está nos trilhos por causa do Governo de Michel Temer e do governo municipal de ACM Neto. O que fica incompreensível, e com a sensação de que os nobres estão birutas é que Michel Temer assumiu o governo Federal na forma de um golpe parlamentar e sem votos há poucos meses, e para eles já resolveu e fez o Metrô de Salvador. É muita cara de pau!

Eles respeitando o povo de Salvador deveriam responder é por que a ação judicial que tramita em segredo de justiça para investigar os erros de desvios de verba da obra ainda não foi julgada? A Ação é decorrente de possíveis desvios e atos de corrupção identificados na gestão do metrô, pelo Ministério Público Federal, no transcurso dos governos municipais de Antonio Imbassahy (PSDB) e João Henrique (PMDB), durante o período em que administraram Salvador.

O curioso do fato é que ambos os deputados que assinam a nota pública exigindo de Rui Costa dinheiro para continuar a interminável obra, são aliados do projeto de poder de ACM Neto, Michel Temer e Geddel Vieira Lima (este que pode também está envolvido nos desvios de verbas do Metrô, segundo o Jornal Grande Bahia)! A nota “Bancada de Oposição destaca investimento federal nas obras do metrô. “Cadê o dinheiro do governo do estado?”não passa, e absolutamente não passa, de falta de respeito com o povo de Salvador.

Comentários