Pular para o conteúdo principal

Oportunidade: Fundação Luterana Diaconia recebe projetos sociais para financiamento


Logo-FLD_2012_act_vertical_Projetos-de-VidaFLD (Fundação Luterana de Diaconia), por meio do Programa de Pequenos Projetos (PPP), abriu quatro editais nas áreas de Justiça Econômica, Justiça Socioambiental, Diaconia e Direitos. 
A organização tem centrado sua atuação na perspectiva de promover justiça de gênero
e ampliar a democratização dos processos de gestão, no âmbito de grupos, associações, instituições e cooperativas apoiadas, para que as transformações sociais se sustentem a partir de uma participação coletiva.
Grupos com projetos em andamento na FLD não poderão enviar novo projeto para avaliação. Também não serão considerados projetos oriundos de pessoas físicas, de instituições privadas, órgãos públicos e de instituições de ensino superior.
Veja as informações gerais sobre cada um a seguir, assim como suas respectivas abrangências:
Edital FLD 01/2017 – Justiça Econômica
Este edital vai apoiar projetos de economia solidária, que promovam o fortalecimento de Empreendimentos Econômicos Solidários (EES), principalmente nas áreas de  estruturação, formalização e qualificação para a gestão democrática e comercialização via comércio justo e solidário. Serão priorizados projetos vinculados a redes de economia solidária. Voltado aos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
Edital FLD 02/2017 – Justiça Socioambiental
Este edital tem três focos temáticos. A instituição proponente poderá optar por um deles ou integrá-los em um mesmo projeto.
– Foco temático 1): Apoiar projetos de valorização do conhecimento tradicional, fortalecimento de identidades socioculturais e uso sustentável da biodiversidade nos biomas Pampa e Mata Atlântica e na Zona Costeira e Marinha.
– Foco temático 2): Apoiar projetos de implementação e consolidação de experiências agroecológicas, que priorizam o protagonismo das mulheres.
– Foco temático 3): Apoiar projetos de fortalecimento da gestão democrática com justiça de gênero em organizações que promovem a agroecologia e/ou a valorização da sociobiodiversidade.
São elegíveis organizações da sociedade civil, grupos, redes e/ou movimentos sociais do campo. O edital abrange os estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
Edital FLD 03/2017 – Diaconia [(voltado apenas a instituições diaconais com vínculo confessional com a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB)].
Este edital tem três focos temáticos. A instituição proponente poderá optar por um deles ou integrá-los em um mesmo projeto.
– Foco temático 1): Apoiar projetos de instituições diaconais, voltados para a realização de processos de avaliação institucional e planejamento institucional.
– Foco temático 2): Apoiar projetos de instituições diaconais, voltados para atividades de formação no tema da Justiça de Gênero.
– Foco temático 3): Apoiar projetos de instituições diaconais, que objetivam implementar e/ou fortalecer mecanismos de gestão democrática e participativa por meio de processos formativos e/ou práticos com as diferentes instâncias da instituição.
Com abrangência nacional.
Edital FLD 04/2017 – Direitos
O apoio se dará a projetos voltados para a defesa e garantia de direitos, com foco em justiça de gênero, direitos da população LGBT, democratização da comunicação, direitos das pessoas refugiadas e imigrantes, incidência em direitos humanos e superação da intolerância religiosa.
Com abrangência nacional, considerará projetos encaminhados por coletivos, redes, fóruns, movimentos sociais e organizações da sociedade civil.
Sobre o envio e cadastramento de projetos:
– Só é permitida a entrada de uma proposta por edital.
– Para facilitar o processo de preenchimento da proposta na plataforma de projetos, preencha primeiro o modelo fornecido no formato word e depois transcreva as informações para a plataforma.
– Não serão aceitas propostas de projetos no formato word. O objetivo do documento em word é facilitar o preenchimento da plataforma de projetos.
Os projetos devem ser elaborados e enviados até o dia 12 de abril de 2017, às 23h59min, horário de Brasília. (Fonte: ABCR)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Grande oportunidade: Inscrições abertas para o Fundo Socioambiental Caixa

Por Genaldo de Melo A Caixa Econômica Federalestá com inscrições abertas para oFundo Socioambiental Caixa – FSA Caixa, que apóia projetos socioambientais voltados ao desenvolvimento integrado e sustentável para a população de baixa renda. O financiamento varia de 200 mil a 1 milhão de reais. São dois os editais abertos no momento para o FSA Caixa: Desenvolvimento e Cidadania; e Energias Renováveis e Recursos Hídricos. No edital de Desenvolvimento e Cidadania serão selecionados 20 projetos voltados à promoção socioeconômica com foco em saúde, educação, inclusão produtiva e promoção da cidadania, que tenham como finalidade a erradicação da pobreza, inclusão social e econômica, promoção da justiça, da dignidade e da qualidade de vida, implementados por organizações da sociedade civil sem fins lucrativos que atuem junto a grupos e comunidades em situação de vulnerabilidade social. O prazo para inscrição nesse edital é dia 11 de julho. Já no edital de Energias Renováveis e R…

Lula foi inocentado

Por Genaldo de Melo Recentemente o jornalista José Roberto Guzzo, colunista da revista Veja, escreveu um artigo intitulado “É só explicar”, cobrando indignado que Lula deveria aproveitar apenas quinze minutos para explicar sobre o polêmico apartamento que por “convicção" setores do Ministério Público Federal insistem na tese de que foi matéria de propina dada pela empresa OAS ao mesmo.
Interessante é que pelo que sabemos Lula já gastou uma carga de centenas e centenas de quinze minutos explicando que o polêmico apartamento não lhe pertence, e de todos os modos tenta explicar juridicamente esse fantoche político, mas tanto o Ministério Público quanto a mídia do Jornalismo de propaganda política continua insistindo nesse assunto.
Agora realmente o que causa um pouco de indignação é que as testemunhas de acusação que apresentaram seus depoimentos hoje (21/11) ao MPF, absolutamente todas são unânimes em dizer que não podem incriminar Lula, porque elas mesmas não negociaram nada disso em…

O desespero da Globo com seu circo de horrores

Por Genaldo de Melo A Rede Globo de Comunicações, que passou os quinze dias que antecederam o tão badalado depoimento de Lula ao juiz Sérgio Moro, por causa de um triplex, que até agora ninguém mostrou de fato nenhum documento do mesmo no nome dele, e do mesmo modo não comprovou que ele ganhou o mesmo como forma de propina, literalmente entrou em desespero. Interessante é que o tríplex entrou no imposto de renda da OAS, e D. Marisa entrou com um processo judicial para receber sua cota parte de volta, quando desistiu do mesmo, que era de R$ 209 mil em 2009 e hoje é de R$ 300,8 mil (o processo está na 34ª Vara Cível).
A Globo utilizou ao modo de Goebbels o discurso de que Lula poderia, aliás, teria que ser preso ali mesmo em Curitiba, até mesmo com um provável desacato ao juiz, mas como Lula não foi preso porque pelo visto o apartamento não é mesmo dele, partiu para um ataque tão violento, que não se pode dizer que está mais praticando jornalismo.
Do momento do depoimento até agora, quase …