A grandeza de Temer é a renúncia

Por Genaldo de Melo
A faixa de Presidente da República não conseguiu de modo nenhum enfeitar a feiura de Michel Temer, e a cada dia que passa sua sublime impopularidade aumenta ao mesmo tempo em que sua base de apoio no Congresso Nacional diminui.

Ele já fez de tudo para tentar fazer com que o povo brasileiro não o veja como um traidor que conspirou contra Dilma Rousseff. Já utilizou rios de dinheiro com campanhas publicitárias, já liberou dinheiro do FGTS para ver se o povo lhe aceita, mas não jeito, a sua impopularidade vai ficando do mesmo tamanho dos votos que não teve para ser Presidente da República.

E pelo visto não vai adiantar fazer mais nada, o povo não o ama. A classe média enganada pela Globo não consegue mais confiar no homem que realmente praticou um estelionato político e enganou a todos para ser Presidente, talvez pela vaidade pessoal ou para agradar sua companheira que tem 43 anos de idade a menos que ele.

Parece que nem mesmo a Rede Globo está procurando mais embelezá-lo como o homem competente que iria livrar o Brasil de todo o mal, com suas famigeradas reformas que arrebenta com a vida do povo. Parece que a ele somente pode sobrar seu filho, sua companheira e sua solidão política, que pode virar depressão.

Da forma como as pessoas estão compartilhando nas redes sociais convites para parar o Brasil no próximo dia 28 de abril, as coisas vão ficar muitos piores para Temer, e a única saída honrosa para ele se ele tiver a capacidade de demonstrar grandeza pelo menos uma vez na vida será a renúncia da Presidência da República, e começar seu longo ostracismo político que o espera.

Comentários