Aécio Neves está morto

Por Genaldo de Melo
Definitivamente as últimas pesquisas de opinião arrebentaram com as intenções politicas do mineiro Aécio Neves, que coordenou a desordem institucional no país, e o colocaram praticamente em xeque no jogo de xadrez político.
Quando em matéria de capa a sua queridinha revista Veja, simbolicamente abandona o barco e atinge diretamente em seu coração com uma bala prata, significa que ele com seus 74% de rejeição, deve urgentemente parar de beber uísque em Ipanema e Copacabana, e voltar prá Minas.
Do contrário, com o bonitinho e engenhoso prefeito de São Paulo na cristã da onda e na sua cola, pode lhe sobrar apenas a possibilidade de concorrer a uma vaga ao Senado, sem certeza nenhuma de sucesso.
Muito triste para um sujeito que teve em torno de 15% dos eleitores brasileiros nas últimas eleições presidenciais, porque o restante foram votos anti-petistas. Mas triste ainda porque ele não merece misericórdia, porque ouviu os conselhos do príncipe da sociologia, e coordenou a instabilidade brasileira colocando em Brasília uma organização estranha para governar.
Como a história é a prova dos nove na política como ensinou o homem de Florença, Aécio Neves não está fora de ordem no mundo político, na verdade ele mesmo cavou sua própria cova sem necessidade nenhuma de coveiro. Tchau, querido!

Comentários