O incrível aumento de repasses de recursos públicos para Gilmar Mendes

Por Genaldo de Melo
O governo de Michel Temer tem sido bastante promissor para o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, pois em relação aos repasses do FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) o aumento para o Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), do qual ele é sócio, foi considerável.

Pode ser que com isso ele não critique o governo pelo aumento dos recursos do FIES como fez em 2014 quando segundo ele Dilma Rousseff estava aumentando demais os recursos do Programa em período próximo às eleições.

Com Michel Temer no poder, segundo o portal da Transparência do Governo Federal, a faculdade do ministro teve um aumento de 1.766%, ou seja, saiu da ordem de R$ 75 mil em 2014 para R$ 1,4 milhão em 2016.

O Fies estabelece financiamento para estudantes que não têm condições de pagar suas mensalidades dos cursos escolhidos, e estes recursos vão diretamente para faculdades privadas, como é o caso do IDP.

Somente para se ter um exemplo do aumento considerável para o IDP de Gilmar Mendes, segundo fonte do Plantão Brasil, o grupo Anhanguera Educacional, um dos maiores participantes do Programa, teve um aumento no mesmo período de apenas 13%. 

Ou seja, o governo Temer ou tem sido bem generoso com Gilmar Mendes e seus sócios, ou então o IDP aumentou sua capacidade e competência, superando outras grandes faculdades brasileiras. Em tempos de exceção quem sabe, cala...!

Comentários