O novo feiticeiro de Curitiba

Por Genaldo de Melo
Recentemente parece que por causa de opinião contrária ao que pensa e ao que faz o juiz Sérgio Moro, este autorizou encaminhamento da forma coercitiva à Policia Federal para prestar depoimento o blogueiro Eduardo Guimarães, porque este escreveu em passado recente texto informando que Lula poderia seria preso.

A atitude do blogueiro independente em seu Blog autoral foi considerada criminosa, porque funcionou como um vazamento seletivo que somente deveria ser instrumento do Ministério Público e da Polícia federal.

Estranho essa atitude “jurídica”, porque no depoimento recente de Marcelo Odebrecht ao juiz Sérgio Moro, as informações que deveriam também ser secretas e restritas a apenas o Ministério Público e à Polícia Federal foram veiculadas praticamente em tempo real para todos os leitores do site O Antagonista.

A dúvida que fica é porque um formador de opinião deve ser encaminhado à Polícia Federal para dá depoimento sobre um provável vazamento ilegal, e outros jornalistas que fizeram segundo a terminologia jurídica do Paraná a mesma coisa, não tem o mesmo tratamento?

Se quiser ser uma espécie de herói nacional por está tentando definitivamente acabar com a corrupção no país (coisa das mais difíceis) o juiz então deve se pautar pela prática do mesmo Modus Operandi.

Os proprietários de O Antagonista também devem ser coercitivamente chamados para explicar quem está passando informações que em tese devem ser secretas, de posse apenas no MPF e da Polícia Federal? A não ser então que Diogo Mainardi seja o novo feiticeiro da República...!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O desespero da Globo com seu circo de horrores

Lava Jato pode apresentar a lista de santos que o Brasil deve votar em 2018

Assaltantes estão causando terror no Distrito de Maria Quitéria